Conferência Livre, Democrática e Popular da Saúde acontece nesta sexta-feira

Ex-presidente Lula é presença confirmada no evento que aprovará a agenda de diretrizes para a Política de Saúde 

O desejo de transformar a realidade da saúde brasileira e reafirmar o valor de um dos maiores sistemas de saúde do mundo engajou a Asssociação Brasileira de Saúde Coletiva – Abrasco – e demais entidades do Movimento pela Reforma Sanitária Brasileira e do setor saúde, juntamente com instituições de ensino e pesquisa, organizações de trabalhadoras e trabalhadores e lideranças sociais e políticas para construir a Conferência Livre, Democrática e Popular de Saúde. Durante os últimos quatro meses, inúmeros eventos e debates em comunidades, sindicatos, universidades e pela internet foram realizados em todo o Brasil em torno de uma agenda de eixos para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS). O ápice desse movimento será a aprovação dessa agenda de diretrizes para a Política de Saúde do Brasil, a ser realizada na Etapa Nacional da Conferência, que acontece no dia 5 de agosto, na cidade de São Paulo.

Elaborar saídas para uma política de saúde que dê conta do futuro do Brasil é um exercício que requer um olhar atento para os impactos que a pandemia de Covid-19 provocou e possibilitou num país que já enfrentava uma série de ataques à democracia, instabilidade política e econômica, além de um agravamento da desigualdade. A proposta da Conferência foi lançada em 7 de abril, Dia Mundial da Saúde, pela Abrasco e demais entidades da Frente Pela Vida, cientes da necessidade de posicionar o debate do direito à saúde frente ao cenário eleitoral para a discussão de medidas e propostas para a superação da crise sanitária, econômica e social que assola o país.

Às vésperas das eleições e já ditando o clima do evento, foram realizadas mais de 40 atividades preparatórias que reuniram profissionais de saúde, pesquisadores e sanitaristas para debater soluções para o fortalecimento SUS, pensando e produzindo saúde a partir dos mais variados enfoques e olhares.

Para Rosana Onocko, presidente da Abrasco, a Conferência é importante para oferecer amparo técnico e político às decisões que impactam a vida da população brasileira. “Pretendemos fortalecer o cenário da mobilização política, para engajar mais setores na discussão da problemática da Saúde, tentando interferir no processo eleitoral para que os candidatos e as candidatas sejam pressionados a escutar o que nós, entidades da saúde, temos a dizer e a reivindicar para a defesa da vida, da Saúde e do SUS no Brasil”, afirma.

Além de buscar influir no debate das eleições neste ano, as deliberações da Conferência Livre. Democrática e Popular de Saúde irão se somar ao processo preparatório da 17ª Conferência Nacional de Saúde, organizada pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS) e que acontecerá em 2023.

Quem estará no evento: 

A Etapa Nacional da Conferência Livre, Democrática e Popular de Saúde será realizada na sexta-feira, 5 de agosto, Dia Nacional da Saúde Brasileira, na Casa de Portugal, no Bairro da Liberdade, em São Paulo.

Participarão do evento gestores, trabalhadores da saúde,  lideranças sociais e  políticas, pesquisadores, sanitaristas e acadêmicas de diversas partes do país que se envolveram nos processos das conferências preparatórias e tiveram suas indicações homologadas pelas coordenações estaduais e setoriais, com credenciamento a partir das 8 horas. Confira o Regimento. 

Como será o evento:

Pela manhã, das 9 horas às 10h30 , a mesa SAÚDE E DEMOCRACIA: A DEFESA DA VIDA terá seis falas que vão abordar temas dos eixos centrais da Conferência. A partir das 10h30 começa o ATO EM DEFESA DO SUS. Representantes de entidades do movimento sanitário, dos trabalhadores e dos usuários do SUS vão falar de suas perspectivas para o futuro do Sistema Único , num diálogo direto com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que encerrará o ato. A PLENÁRIA FINAL terá início às 14 horas, com expectativa de encerramento às 17 horas, e será o momento de aprovação das diretrizes da Agenda para a Política de Saúde do Brasil. Confira a Programação Completa.

As atividades serão transmitidas pela TV Abrasco e demais canais e instituições integrantes e parceiras da Frente Pela Vida.  

Acompanhe as notícias aqui, na página da Abrasco, e no site da Frente Pela Vida: www.frentepelavida.org.br

Publicada originalmente em 19/07/2022 – Atualizada em 04/08/2022

Comments

comments

Deixe um comentário