Chamada pública do SHEM e OMS: estudos de caso sobre respostas à Covid-19 com objetivo de garantir Equidade em Saúde

Foto: Jonas Feitosa

As evidências científicas indicam que o coronavírus atinge desigualmente os segmentos populacionais: no Brasil, por exemplo, morrem expressivamente mais pessoas negras que brancas. Por todo o mundo é possível analisar que a crise sanitária e social é mais severa para os trabalhadores em condições vulnerabilizadas, que não possuem acesso à saúde, alimentação adequada e moradias dignas. Diante deste cenário, o Sustainable Health Equity  Moviment (SHEM) e a Organização Mundial de Saúde (OMS) buscam estudos de caso que apresentem tentativas de diminuir a iniquidade, acentuada pela pandemia. 

A chamada pública Call for Case Studies on Responses to Covid-19 aimed at Improving and Sustaining Health Equity (Chamada de Estudos de Caso sobre as Respostas à Covid-19 a fim de Melhorar e Garantir a Equidade em Saúde, em português) está aberta até 31 de outubro. Serão aceitas contribuições de representantes de governos, academia, organizações da sociedade civil ou indivíduos.  Preencha o formulário e submeta seu estudo de caso. 

Encontre mais informações, em inglês, clicando aqui. 

 

 
 
 
 

Comments

comments

Deixe uma resposta