Cesar Victora, uma trajetória a favor da vida e da ciência, ganha homenagem na Ágora Abrasco

Cesar Victora durante sua conferência no Epi2017. Foto: Charles Steuck/Abrasco

São mais de 40 anos dedicados ao pioneirismo e inovação em pesquisa epidemiológica e ao ensino, formando gerações de novos e novas pesquisadoras, numa trajetória entrelaçada com o desenvolvimento do conhecimento científico do Brasil e do mundo. Na próxima quarta-feira, 2 de junho, às 16 horas, a Abrasco realiza mais uma Ágora Abrasco, numa sessão muito especial: uma homenagem a Cesar Victora.

Neste mês de maio, a Associação Internacional de Epidemiologia (IEA, na sigla em inglês) concedeu a Victora o Prêmio Richard Doll em Epidemiologia 2021, a principal premiação científica mundial na área. Dedicado a cientistas cujas as trajetórias contribuíram para a evolução do conhecimento em questões fundamentais para a saúde da população, o prêmio será entregue no Congresso Mundial de Epidemiologia, em setembro.

A láurea soma-se a tantas outras, como o Gairdner Awards Global Health, concedido em 2017; à presença em diversos ranking de pesquisadores mais influentes no mundo; a posições honorárias nas Universidade de Oxford, Harvard e Johns Hopkins; e às contribuições com instituições de excelência no cenário global, como a Organização Mundial de Saúde (OMS), da qual é consultor desde a década de 1990, e o periódico The Lancet, no qual integra do Conselho Editorial. No Brasil, dentre outros prêmios, ganhou o título de Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico, em 2010.

Professor emérito da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), titular do Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia da mesma instituição e diretor do Centro Internacional de Equidade em Saúde, Cesar Victoria é também um abrasquiano. E um abrasquiano especial, não somente por tamanho vulto científico, como também por sua capacidade singular e generosa de contribuir com a formação do campo da Saúde Coletiva e com o SUS. Na última conferência do X Congresso Brasileiro de Epidemiologia, realizado em Florianópolis, 2017, ele compartilhou com o público alguns feitos dessa trajetória, das primeiras coortes de Pelotas ao Equiplot, e apresentou suas contribuições às políticas públicas em saúde materno-infantil e saúde global, um registro histórico, aqui disponível.

Nesta Ágora Abrasco, será a vez de Cesar ouvir e relembrar um pouco dessas histórias pelas palavras de seus companheiros de militância acadêmica, amigos e alunos.

Homenagem da Abrasco ao epidemiologista Cesar Victora

Quarta-feira, 2 de junho, às 16 horas

Exposições:
A construção da epidemiologia no Brasil: Naomar de Almeida Filho (Vice-presidente da Abrasco, UFBA e IEA/USP)

A trajetória de Cesar Victora: Pedro Hallal (UFPEL)

A participação de Cesar na IEA: Karina Ribeiro (representante da IEA para América Latina)

Depoimento: Cesar Victora (UFPEL e Centro Internacional de Equidade em Saúde)

Coordenação: Gulnar Azevedo e Silva (Presidente da Abrasco, UERJ)

Clique e ative a notificação para não perder o início da transmissão!

Comments

comments

Deixe um comentário