Presidência e revistas da Abrasco debatem diversidade e qualidade na produção científica

Um caminho cada vez mais sinérgico entre os debates vividos nos programas de  pós-graduação e a produção científica publicada pelas revistas da Abrasco esteve no centro da conversa que reuniu a presidente da Abrasco, Rosana Onocko, a vice-presidente Diana Anunciação, com Cecília Minayo, Romeu Gomes e  Antônio Augusto Moura, os editores-chefes de Ciência & Saúde Coletiva; Márcia Furquim, Antônio Boing e Juraci Almeida Cesar , editores-chefes da RBE – Revista Brasileira de Epidemiologia.

“O corpo editorial das nossas revistas é motivo de orgulho do campo bem como da diretoria da Abrasco”, disse Rosana Onocko na abertura do encontro. A presidente frisou também a importância de que os periódicos científicos consigam refletir o campo na sua diversidade de gênero, raça, etnia, de orientação sexual e de corpos tanto nas publicações como nos grupos de editores associados.

Cecilia Minayo ressaltou o papel da Abrasco estar aberta para o campo da Saúde Coletiva como um todo, orientação mestre também para C&SC. Juntamente com Romeu Gomes e Antônio Augusto, os editores de pioneira revista da Abrasco destacaram o alto número de submissões recebidas anualmente pela C&SC e a crescente exigência de artigos com metodologias inovadoras, que debatam temas contemporâneos com resultados mais robustos e abordagens mais densas. Atualmente são 80% de mulheres no corpo de editores associados de Ciência & Saúde Coletiva.

Márcia Furquim destacou o sucesso que foram os cursos de redação e revisão científica realizados ano passado pela parceria da RBE com a Revista de Epidemiologia e Serviços de Saúde (RESS), com mais de 2 mil inscritos em ambas as atividades. Juntamente com Boing  e Juraci Cesar, os editores da RBE falaram da recente renovação do corpo editorial da Revista, que ampliou a diversidade regional. A RBE conta com mais de 70% de mulheres na composição de seu corpo de editores associados e revisores. Produzem também estudos que indicam igualdade entre homens e mulheres como primeiros autores dos artigos publicados no último ano.

Para ampliar o debate e a percepção sobre a presença de demais diversidades, a Secretaria Executiva da Abrasco irá auxiliar as editorias das publicações nesses levantamentos. Ações focadas e em parceria com grupos temáticos da Abrasco também serão elaboradas. 

Comments

comments

Deixe um comentário