Revista Radis cita nota de repúdio da Abrasco sobre censura a pesquisador

A primeira edição da Revista Radis Comunicação e Saúde de 2018 traz uma matéria sobre uma onda de censura no Brasil.  A Abrasco foi citada em referência à nota de repúdio sobre a interpelação judicial demandada pela Federação da Agricultura do Estado do Ceará (Faec) contra o biólogo Fernando Ferreira Carneiro, pesquisador da Fiocruz Ceará.

Abrasco declarou em nota que a informação e comunicação em saúde, seja ela difundida por meio de artigos científicos, documentos e outros meios de divulgação, são fundamentais para a garantia do direito à saúde, sendo uma das atribuições das instituições de ensino, pesquisa em saúde e do SUS.  Abaixo, trecho da reportagem da Radis:

“A Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) repudiou (15/12) a interpelação judicial demandada pela Federação da Agricultura do Estado do Ceará (Faec) contra o biólogo Fernando Ferreira Carneiro, pesquisador da Fiocruz Ceará, por ter divulgado dados em uma audiência pública, ocorrida em setembro de 2015, que mostravam que o estado era o terceiro maior comercializador de agrotóxicos do Brasil (em quilogramas por área plantada) para o ano de 2013. A interpelação cita parte de uma entrevista concedida naquela época ao Jornal O Povo, em que Fernando utilizou a palavra “veneno” para se referir aos agrotóxicos”. Leia esta e outras matérias desta edição. 

Além de Fernando Carneiro outros pesquisadores também sofreram perseguições em 2017, conforme aborda matéria do jornal Folha de S.Paulo. 

Comments

comments