Nota Oficial Abrasco – Pela manutenção das bolsas de produtividade do CNPq!


Não ao corte de recursos da Ciência, Tecnologia e Inovação!

Tendo em vista as notícias divulgadas por membros de Comitês Assessores do CNPq, reunidos em Brasília, no dia 17/10/16, que dão conta de possíveis cortes no número de bolsas de produtividade, assim com o ofício nº 469, de 29 de setembro de 2016, da presidência do CNPq que informa que “os cortes realizados no número de bolsas e auxílios concedidos refletem o contexto orçamentário atual do país e a indicação, para 2017, de nova redução do orçamento do CNPq”, a Associação Brasileira de Saúde Coletiva vem a público manifestar sua apreensão quanto à efetivação desses cortes.

Como se pode deduzir do seu nome, as bolsas de produtividade do CNPq contemplam os cientistas mais produtivos, ou seja, aqueles cujas pesquisas resultaram em grande contribuição para o avanço do conhecimento e para o desenvolvimento de novas tecnologias. Assim, com os cortes anunciados, estarão sendo punidos não apenas os mais destacados cientistas brasileiros, mas todo o sistema de pós-graduação brasileiro que é fundamentado na pesquisa de excelência.

Os efeitos dos cortes, portanto, não se limitam aos prejuízos específicos que causariam a cada um dos programas de pesquisa dos bolsistas de produtividade. Seus efeitos são mais graves, dado que o investimento em ciência e tecnologia é, reconhecidamente, fundamental para o desenvolvimento soberano do país. Nesse sentido, reduzir o já insuficiente investimento é um atentado contra o futuro do Brasil.

Diante dessa ameaça, a Abrasco se associa às demais entidades científicas e conclama a sociedade brasileira a exigir das autoridades competentes a manutenção não apenas das bolsas de produtividade, mas dos investimentos em Ciência, Tecnologia e Inovação.

Rio de Janeiro, 18 de outubro de 2016
Abrasco – Associação Brasileira de Saúde Coletiva

 

 

Comments

comments