Nota de repúdio à indicação do general Roberto Peternelli para a presidência da Funai


Motivada por seu Grupo Temático Saúde Indígena (GTSI/Abrasco), a Associação Brasileira de Saúde Coletiva – Abrasco – vem a público manifestar o seu repúdio à indicação do general Roberto Sebastião Peternelli, do Partido Social Cristão (PSC), ao cargo de presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai).

+ Retrocesso à vista: Peternelli aguarda apenas o posicionamento do Planalto

Durante os anos sombrios de ditadura militar, assim como durante a presidência de Fernando Collor de Mello, oficiais de diferentes patentes, dentre generais, brigadeiros e coronéis, ocuparam os principais cargos-chave do órgão indigenista. O saldo do militarismo na Funai foi negativo em todos os sentidos, tendo sido marcado pela negação ao indígena dos direitos mais essenciais de cidadania. Além dessa história tristemente recente, o general Petternelli é reconhecido apoiador do “ruralismo” conservador, o que o desqualifica como gestor da política indigenista no país, particularmente no que se refere à garantia do direito do indígena à sua terra tradicional.

Segundo o líder indígena do Alto Rio Negro, André Baníwa, em entrevista concedida ao jornal Amazônia Real, a indicação do general Peternelli é “péssima” pois, segundo ele, “[…] pessoas ligadas ao ruralismo e a estes políticos vêm manifestando publicamente que indígenas são entraves e problemas ao Brasil”.

A filiação do general Peternelli ao PSC constitui agravante que não pode passar despercebido, pois representa um perigoso flerte entre o governo brasileiro e, em particular, o órgão indigenista, com vertente cristã retrógrada e conservadora, contrária não somente aos povos indígenas, mas também às muitas outras minorias e outras expressões de diversidade presentes na sociedade brasileira.

Não ao retrocesso militarista no indigenismo!
Não à aprovação da PEC 215/00!
Não à interferência ideologias de base religiosa no indigenismo!
Pela garantia dos direitos constitucionais dos povos indígenas!

Rio de Janeiro, 06 de julho de 2016
Associação Brasileira de Saúde Coletiva – Abrasco

Comments

comments

3 comentários sobre “Nota de repúdio à indicação do general Roberto Peternelli para a presidência da Funai

  1. Também temos que nos posicionar contra ás ameaças ao andamento da educação indígena, existe o boato de extinção da SECADI/MEC! E contra a implementação do Instituto Nacional de Saúde INdígena (INSI). São mais duas vertentes que são contrárias aos direitos dos povos indígenas no âmbito das políticas sociais!

  2. Sugestão à Presidência da República: considerando as credenciais especiais desse general, porque não criar uma Secretaria Especial de Assuntos Extraterrestres e nomeá-lo para o posto de coordenação (ou, como me parece mais apropriado, “comando”)?