Nota de pesar: falecimento de Nelson Blank


Faleceu em 03 de junho, em Florianópolis, Nelson Blank, Médico Sanitarista, aposentado pela Universidade Federal de Santa Catarina, aos 62 anos. Nelson nasceu em Porto Alegre, era graduado em Medicinia pela Universidade Federal de Pelotas (1975), especialização em Saúde Pública pela Escola de Saúde Pública da Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul (1977), mestrado em Medicina Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1982), doutorado em Medicina Social pela Karolisnka Institutet/Department of Public Health Sciences (1995) e residencia-médica pela Unidade Sanitária Murialdo/Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul (1977). Era professor aposentado da Universidade Federal de Santa Catarina e Senior Fellow Researcher da Karolinska Instituitet.

Poucos conheciam a vasta contribuição de Blank para a área médica, sempre discreto e humilde, mas era autor de diversos artigos importantes na área de epidemiologia. Em 1982 foi orientando de Hesio de Albuquerque Cordeiro, tendo sua dissertação de mestrado o título ‘A Tecnologia Médica e o Raciocínio Clínico’.

Em 2015, começou a publicar periodicamente em um blog, narrativas, crônicas e comentários sobre ‘temas relevantes para mim e poemas meus’, disse. Na época, disse que descobriu a escrita após a aposentadoria e não encontrava nenhuma explicação para isso – “além do fato de escrever porque eu gosto, embora nem sempre me sinto satisfeito com o que  escrevo. Escrevo porque sinto necessidade de criar. Interpreto a literatura como uma transcrição das emoções concretizadas após serem elaboradas pelo pensar. Ela me é um sentimento velado que, como no sonho, aflora travestida em seu significado oculto. Entusiasmo-­me neste processo. Desconheço a qualidade literária  da minha criação. Mesmo assim, decidi expor estes meus sentimentos e emoções e testar o prazer de ser lido. Não persigo elogios, mas sinceros comentários dos que me lerão, mesmo que severos, lembrando que não estarão julgando a mim, mas a maneira como expresso os meus sentimentos e emoções”. Nelson deixou esposa, Vera Blank, pesquisadora da Universidade Federal de Santa Catarina e abrasquiana do Grupo Temático Saúde e Ambiente.

 

 

Comments

comments

Um comentário sobre “Nota de pesar: falecimento de Nelson Blank