Instituições, entidades e imprensa registram o legado de Hesio Cordeiro

Hesio Cordeiro, um dos idealizadores do SUS | Foto: Acervo Radis/Ensp/Fiocruz

A despedida a Hesio Cordeiro, falecido na noite de domingo, 8 de novembro, mobilizou memórias, lembranças e sentimentos de pessoas, entidades da sociedade civil e instituições de saúde e educação.

A história de um dos maiores sanitaristas do Brasil e presidente da Abrasco no biênio 1983 – 1985 está registrada na memória da Associação, tanto na matéria especial, como nos diversos textos de cobertura de homenagens em vida e participações em congressos e eventos, e em publicações disponíveis no nosso portal, como o livro Saúde Coletiva – A Abrasco em 35 anos de história.

Amigas e amigos de academia e de militância; alunos  de todas as gerações que tiveram o previlégio do convívio direto, ou que o conheceram por suas obras e legado, fizeram suas homenagens por depoimentos, ofertando um colorido vívido aos fatos e feitos empreendidos pelo sanitarista, professor, gestor e intelectual.

Instituições de educação e saúde às quais Hesio Cordeiro dedicou esforços, projetos e produção científica; entidades com as quais sempre caminhou e veículos de imprensa também a perda desse gigante. Confira os links:

Comments

comments

Deixe uma resposta