Encontro Internacional de Ecologia de Saberes marca início dos trabalhos do Observatório de Saúde das Populações do Campo e da Floresta


Um instrumento para o monitoramento de políticas públicas e acompanhamento das questões relacionadas à saúde das populações do interior do país, tanto nas áreas rurais como nas preservadas. Lançado no final de setembro, o Observatório da Política Nacional de Saúde Integral das Populações do Campo e da Floresta (PNSIPCF) propõe-se a desenvolver um importante trabalho de pesquisa, levantamento e troca de informações entre academia, movimentos sociais, poderes públicos e demais atores políticos e sociais envolvidos nas questões do campo.

A Política Nacional de Saúde Integral das Populações do Campo e da Floresta foi publicada em 2011 e tem o objetivo de garantir o direito e o acesso à saúde por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), considerando seus princípios fundamentais de equidade, universalidade e integralidade. Esta política abre caminhos para incluir as peculiaridades, especificidades e necessidades de trabalhadoras e trabalhadores rurais, dos povos da floresta e comunidades tradicionais relacionados ao setor.

Coordenado pelo professor Fernando Carneiro, do Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade de Brasília, (NESC/UnB), o Observatório é o realizador do Encontro Internacional de Ecologia de Saberes.

O evento acontecerá entre 22 e 25 de outubro, em Fortaleza (CE) e reunirá pesquisadores e ativistas latinoamericanos e europeus para a troca de experiências sobre a construção de métodos para os diálogos de saberes nos países do Sul frente a problemática dos agrotóxicos e sua relação com saúde. A conferência de abertura, batizada de “Aula de Inquietação”, será proferida por Boaventura de Sousa Santos, diretor do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra e autor do conceito inspirador do Encontro.

A partir desses dados, será consolidado um guia metodológico para a construção de um Dossiê sobre os impactos do agrotóxicos na América Latina. O evento é uma iniciativa da Abrasco, Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e pela Vida, Associação Latinoamericana de Medicina Social e Saúde Coletiva (Alames) e Universidade dos Movimentos Sociais (UPMS). A entrada é gratuita, necessitando apenas da inscrição no site do Observatório. Confira abaixo a programação completa.

 

 

Encontro Internacional de Ecologia de Saberes – Construindo o dossiê sobre os impactos do agrotóxicos na América Latina

22 de outubro

18h: Apresentação Musical do Projeto de Extensão da UFC e Ato Cenopoético sobre Educação Popular em Saúde com Ray Lima

 

18h30: Mesa de abertura

19h30: Aula de Inquietação: Diálogos com os modelos de desenvolvimento no Brasil: a feitura de uma ecologia de saberes

Prof. Boaventura de Sousa Santos – Universidade de Coimbra – Portugal

21h: Lançamento do Livro: Direitos Humanos e Desenvolvimento, de Boaventura de Sousa Santos

Local: Concha Acústica da UFC – Av. da Universidade, 2853 – Benfica/Fortaleza

23 de outubro

9h: Mesa-Redonda: A questão dos agrotóxicos na América Latina

13h: Almoço

14h: Mesa-Redonda temática: Métodos de ecologia de saberes para ações e políticas públicas de saúde relacionadas aos agrotóxicos

– Ciência emancipatória e Ecologia de Saberes – Prof. Boaventura de Sousa Santos

– O Dossiê da ABRASCO como práxis da Ecologia de Saberes: aprendizados e desafios – Representante da ABRASCO

– Experiência da Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e pela Vida – Representante da Campanha e da ABRASCO

– Experiência do SUS de Vigilância de População Exposta a Agrotóxico

 

17h: Reunião dos Fóruns Estaduais de Combate aos Efeitos dos Agrotóxicos

Local: Casa José de Alencar – Av. Washington Soares, 6055 – Alagadiço Novo/Fortaleza

24 de outubro

7h: Visita de Campo a Chapada do Apodi e avaliação dos trabalhos (durante o percurso) – Organizadores: TRAMAS-UFC e Grupo de Pesquisa do Movimento 21 de abril

 

25 de outubro

9h: Trabalhos em grupo – Construindo o Dossiê Latinoamericano

14h: Plenária final e encaminhamentos por países e geral

Local: Casa José de Alencar – Av. Washington Soares, 6055 – Alagadiço Novo/Fortaleza

Comments

comments