Abrasco e SBPC denunciam boicote do MS à indicação de Deisy Ventura para comitê da OMS

A Abrasco – Associação Brasileira de Saúde Coletiva – subscreve ao posicionamento deliberado pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) a respeito do boicote imposto pelo Ministério da Saúde à indicação de Deisy Ventura para compor o Comitê da Organização Mundial da Saúde (OMS/WHO) sobre revisão do regulamento sanitário internacional. Leia na página da SBPC e, abaixo, na íntegra :

A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) protesta contra a atuação do governo brasileiro que, agindo na contramão dos interesses de nosso país, recusa apoio à ilustre cientista, professora Deisy Ventura, para compor um dos mais importantes comitês técnicos da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Deisy Ventura é professora titular de ética da Faculdade de Saúde Pública, da Universidade de São Paulo (USP), onde coordena o programa de pós-graduação em saúde global e sustentabilidade. É também professora do programa de pós-graduação do Instituto de Relações Internacionais da USP e teve forte atuação durante a pandemia de covid-19.

Ao se opor ao nome da pesquisadora, sem apresentar explicações, o Ministério da Saúde age de forma puramente ideológica, enquanto a OMS busca escolher entre as personalidades mais qualificadas por sua competência técnica.

São Paulo, 28 de setembro de 2022
Diretoria da SBPC

Confira também:

+ Nota da Congregação da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (FSP/USP)

+ Nota da Frente Pela Vida

Comments

comments

Deixe um comentário