1ª Reunião da Diretoria da Abrasco, gestão 2015 – 2018


A Sede da Abrasco recebeu, na quarta-feira, 2 de setembro, o presidente da Associação e mais 19 membros da Diretoria e Conselho: foi a primeira Reunião do grupo que faz agora a gestão da Abrasco. O encontro durou todo o dia e aconteceu na sala de reuniões da Associação onde, Carlos Silva e Thiago Barreto (Secretário Executivo e Secretário Executivo Adjunto, respectivamente) receberam o presidente Gastão Wagner; os vice-presidentes: Cipriano Maia, Eduardo Faerstein, Eli Iola Gurgel Andrade, Elias Rassi, José Sestelo, Leny Trad, Mário Scheffer, Paulo Amarante e Paulo Góes.

Do Conselho Deliberativo, vieram: Alcides Silva de Miranda, Anaclaudia Gastal Fassa, Eleonora Dorsi, Elza Machado de Melo, Guilherme Franco Netto, José Ivo dos Santos Pedrosa, Leonor Maria Pacheco dos Santos, Marília Louvison, Raquel Maria Rigotto e Ronir Raggio. As estratégias da Abrasco para o enfrentamento da crise na Saúde, Educação e Ciência & Tecnologia, assim como as estratégias da Comunicação Institucional da Abrasco; o Projeto de Avaliação do SUS, a gestão da Diretoria; os próximos eventos e congressos da Associação; como será a dinâmica de gestão da nova Diretoria e também das Comissões, Grupos Temáticos, Comitê de Assessoramento e as Representações da Abrasco em órgãos governamentais e públicos: constituíram a pauta inicial da reunião.

Acesse aqui a Memória desta 1ª Reunião da Diretoria e Concelho, redigida por Carlos Silva e Thiago Barreto.

Iniciando o debate do 1º ponto da pauta, Gastão Wagner pontuou a atuação dos integrantes do Movimento da Reforma Sanitária como ‘defensiva e reativa’, e que essa estratégia não tem sido eficaz nem suficiente frente à ofensiva política de segmentos conservadores. Apesar de reconhecer a importância do “lobby crítico”, Gastão enfatizou a necessidade do MRS desenvolver estratégias para incidir no debate público, se comunicando com a sociedade. Nesse sentido e buscando a defesa das políticas de saúde, ele propôs que a Abrasco se articule melhor com movimentos sociais, aproveitando a 15ª Conferência Nacional de Saúde como oportunidade.

Na opinião do presidente da Abrasco, a luta pelo financiamento não pode ser algo abstrato, mas vinculada a temas concretos e com base nas necessidades de saúde e do Sistema- “Nossos congressos e simpósios são espaços de mobilização social, mas, para essa mobilização se concretizar, é fundamental buscar maior diversificação do público, para não se falar apenas para a comunidade científica e os profissionais da gestão e dos serviços de saúde” alertou Gastão. Para Mário Scheffer, a pauta da Abrasco precisa ser ampliada – “A crise do SUS foi ampliada, a crise não é mais conjuntural, mas estrutural (…) esta conjuntura atual que traz a combinação de um governo politicamente fraco e uma composição parlamentar péssima, é muito negativa para o SUS”, opinou Mário. Ele também defendeu a importância de a Abrasco voltar a conversar com as centrais sindicais e com as entidades médicas. Além disso, Mário pontuou que também é preciso conversar com o setor privado.

Congressos abrasquianos de 2016

2016 trará importantes encontros da Abrasco: o 7º Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde – CBCSHS, e o 7º Simpósio Brasileiro de Vigilância Sanitária – Simbravisa. Leny Trad, da Comissão Científica de Ciências Sociais e Humanas em Saúde, atualizou a agenda dos presentes informando que o encontro está previso para acontecer em outubro de 2016, provavelmente no primeiro feriado deste mês. Um reunião deverá acontecer em Cuiabá – local do congresso, com os representantes da Comissão Científica com o grupo local e ainda com algum representante da Secretaria Executiva da Abrasco.

O Simbravisa deverá ser realizado no final de novembro de 2016, na capital baiana. O simpósio está sendo organizado pelos membros do Grupo Temático de Vigilância Sanitária da Abrasco, que comporão as Comissões Científica e Organizadora.

A próxima reunião da Diretoria e Concelho da Abrasco será realizada por videoconferência, no dia 2 de outubro.

 

Comments

comments