Hermano Castro é eleito diretor da ENSP


O Conselho Deliberativo da ENSP homologou, nesta terça-feira (14/5), o nome de Hermano Castro como novo diretor da Escola para o quadriênio 2013-2017. O pesquisador foi eleito com aproximadamente 51% dos votos válidos. Após 30 dias de campanha eleitoral, realizada entre abril e maio, que transcorreu com intensos debates, a comunidade da ENSP fez a sua escolha. O resultado final deu a Hermano Castro 343 votos e a Carlos Machado 317 votos, sendo 2 brancos e 15 nulos, totalizando 677 votos. Veja, no anexo, o quadro eleitoral completo. A transmissão do cargo está marcada para o dia 24/5.

 

 

Hermano Castro disse que pretende, nessa nova gestão (2013-2017), consolidar os avanços obtidos pela ENSP nos últimos anos, mas seguir adiante, fazendo da Escola uma instituição cada vez melhor e mais eficiente. Para tanto, destacou alguns pontos bases para alcançar seus objetivos. “Uma mudança de gestão é natural, porque estamos começando um novo quadriênio de ideias e propostas para essa Escola”, afirmou. Veja, brevemente, alguma das ideias do novo diretor:

 

ENSP e SUS:

 

 

"É necessário ampliar e fortalecer ainda mais o debate com a sociedade e dentro da ENSP acerca da não privatização do Sistema Único de Saúde. Temos que trabalhar por uma população bem assistida, seguindo os princípios e as diretrizes do SUS, reforçando o papel da Escola no trabalho por um acesso universal, integral e equitativo".

 

Pesquisa:

 

"Pretendemos fortalecer ainda mais os grupos e núcleos de pesquisa na Escola, tornando-os mais competitivos frente aos subsídios oferecidos pelo CNPq, Capes e outras instituições de fomento à pesquisa".

 

Ensino:

 

"Temos que trabalhar o stricto e o lato sensu mais próximos ao SUS, pensando cada vez mais numa formação de recursos humanos voltada especificamente para os desafios existentes no sistema brasileiro".

 

Gestão:

 

"Queremos tornar, ainda mais, o modelo de gestão da Escola participativo e transparente, sempre ouvindo as demandas e necessidades daqueles que estão diariamente fazendo dessa instituição uma das maiores no campo da saúde pública brasileira e mundial".

"Temos que trazer para o debate também o Plano Quadrienal (PQ) da ENSP, considerando o PQ Fiocruz e o Plano Plurianual (PPA) do Governo Federal, aguardando e respeitando sempre as definições do Congresso Interno da Fiocruz, que deverá ser convocado em breve pela atual Presidência da instituição. É importante lembrar que os Congressos Internos são um marco político democrático da Fundação".

 

 

Serviços de referência:

"No campo dos Serviços, vamos manter os processos de acreditação já em atividade, garantindo e mantendo assim a qualidade já alcançada por eles".

 

 

Perfil de Hermano Castro:

Hermano Albuquerque de Castro nasceu no Rio de Janeiro e se formou em medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1980). Possui mestrado em Clínica Médica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, na área de concentração em Pneumologia (1994), e doutorado em Saúde Pública pela Fiocruz (2000).

 

 

O médico pneumologista da ENSP/Fiocruz foi eleito quatro vezes coordenador do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh) da ENSP/Fiocruz. Foi ainda coordenador do GT de Saúde e Ambiente da Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (Abrasco) entre 2004-2009, do qual ainda faz parte.

 

O pesquisador possui experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Saúde Pública, na área de Saúde, Trabalho e Ambiente. Atua principalmente nos seguintes temas: Políticas de Saúde do Trabalhador e Saúde Ambiental, Doenças Respiratórias Ambientais e Ocupacionais (pneumoconioses, silicose, asbestose e doenças respiratórias) relacionadas à qualidade do ar.

 

 

(Fotografia de Daniel Marenco/Folhapress)

 

(informações do Informe ENSP)

Comments

comments