SVS/MS abre processo seletivo para EPISUS

A Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde (SVS/MS) inicia em maio de 2017 a nova turma do Programa de Treinamento em Epidemiologia Aplicada aos Serviço do SUS – EpiSUS. O período de inscrições vai até 8 de janeiro. São quinze vagas abertas, voltadas para profissionais com nível superior na área da saúde, experiência profissional de pelo menos 02 (dois) anos e 01 (um) curso concluído de pós-graduação em área afim à temática. O curso será ministrado em Brasília pelo período de 2 (dois) anos. Clique aqui e inscreva-se.

O EpiSUS é um treinamento em serviço, com duração de dois anos, que tem como propósito capacitar profissionais na área de epidemiologia de campo de modo a potencializar a capacidade de resposta às emergências em saúde pública.

Os interessados terão a oportunidade de realizar investigações de surtos ou epidemias, analisar bancos de dados em temas variados, tais como arboviroses, hepatites, doença de chagas, malária, entre outros, e apresentar trabalhos em congressos e demais eventos científicos, nacionais ou internacionais.

Ao final do processo de formação, os profissionais serão capazes de responder às emergências em saúde pública utilizando ferramentas da epidemiologia, desenhar estudos e descrever perfis epidemiológicos, avaliar ou desenvolver componentes de Sistemas de Vigilância em Saúde, elaborar relatórios técnicos e boletins com base em análises epidemiológicas e desenvolver e aplicar protocolos de pesquisas operacionais capazes de responder a situações específicas em sua área de atuação na Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde (SVS/MS).

As inscrições começam em 24 de novembro e vão até 8 de janeiro de 2017. Serão ofertadas quinze vagas, para se inscrever é obrigatório que tenha formação nas áreas de Assistência Social, Biologia, Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Psicologia e Terapia Ocupacional.

O treinamento  inicia-se em 2 de maio e dura dois anos. O candidato precisa necessariamente se inscrever e ser aprovado no processo seletivo, além de apresentar carta de anuência da chefia imediata, concordando com sua participação e liberação em atividades do Programa, além de residir em Brasília. Acesse aqui o edital e a plataforma de inscrições aqui.

 

Comments

comments