GT Avaliação/Abrasco discute contribuição da produção Sul-Sul nas políticas públicas

Um olhar para a temática da Avaliação em Saúde para além da leitura de cenários, mas como instrumento de produção de outros mundos e de transformação das políticas públicas. Nesta perspectiva, o Grupo Temático Monitoramento e Avaliação de Programas, Serviços, Sistemas e Políticas de Saúde (GT Avaliação/Abrasco) convida a comunidade acadêmica a participar do Seminário Avaliação e Processo de Mudança, nos próximos dias 4 e 5 de julho.

O Seminário segue o trabalho iniciado ano passado com a Ágora Transferência/ translação de conhecimento e avaliação em Saúde. Se na primeira atividade o diálogo foi estabelecido com os pesquisadores Valéry Riddé (IRD-France); e Christian Dagenais (Université de Montreal), debatendo as barreiras e as potencialidades sobre a implementação das intervenções e/ou práticas baseadas em evidências no âmbito dos sistemas de saúde, dessa vez a perspectiva da translação do conhecimento valorizará as interações Sul-Sul e os efeitos dessa produção nos sistemas de saúde e nas políticas públicas.

A atividade terá duas mesas. A primeira vai reunir as professoras Bagele Chilisa, da University of Botswana, Lígia Vieira, do Instituto de Saúde Coletiva da UFBA, e Keila Brito, da Universidade Federal de Pernambuco. A professora Bagele Chilisa vai abordar os movimentos anti-colonialistas na área da avaliação no continente africano e relacioná-los com a produção contemporânea. Já a segunda mesa olhará mais diretamente para o Sistema Único de Saúde, e terá contribuições de Daniela Nickel (UFSC), Patrícia Sasine (MS) e Leonor Pacheco (UnB).

Para os coordenadores Juarez Furtado, Marly Cruz e Elen Castanheira, esse primeiro seminário teve a sua temática e conteúdo coletivamente discutidos no interior do grupo e espelha preocupações centrais da área. Dentre elas, a necessidade da avaliação somar esforços na necessária reconstrução das políticas públicas do Setor Saúde e de outros setores, no Brasil. “Precisamos nos juntar e discutir como colocaremos nossos conhecimentos e esforços em prol da reconstrução de nossas políticas públicas, inclusive aprendendo com os nossos colegas de outros países do Sul Global”, afirma Juarez.

O Seminário Avaliação e Processo de Mudança será realizado em dois encontros online, via plataforma Zoom. A atividade é gratuita e aberta à participação. Inscreva-se em: https://bityli.com/LKBjcf

Confira a programação completa.

Seminário Avaliação e Processo de Mudança

Dia 4 de julho
Às 14 horas


A pesquisa e a formação em avaliação na reconstrução das políticas de saúde
Convidadas:
Bagele Chilisa – University of Botswawa
Lígia Maria Vieira – Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia (ISC/UFBA)
Keila Brito – Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Moderação:
Juarez Furtado – Universidade Federal do Estado de São Paulo (Unifesp) e Coordenação GT Avaliação/Abrasco

Dia 5 de julho
Às 14 horas


Formação e pesquisa em Avaliação: Teoria e Prática em Defesa do SUS
Convidadas:

Daniela Nickel – Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Patrícia Sasine – Ministério da Saúde
Leonor Pacheco – Universidade de Brasília (UnB)

Moderadora:
Elen Castanheira – Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho (Unesp) e Coordenação GT Avaliação/Abrasco

Comments

comments

Deixe um comentário