Pesquisa qualitativa para pensar e atuar no campo da saúde – Edição de agosto da Ciência & Saúde Coletiva


Esta edição faz uma inflexão sobre a contribuição da pesquisa qualitativa para o campo de conhecimentos e de práticas em saúde, mostrando a inseparabilidade dos fenômenos saúde e doença do seu contexto e da visão dos sujeitos sobre eles. Os temas aqui desenvolvidos recobrem os mais diferentes aspectos e etapas das questões tratadas pelo setor: seguindo o ciclo de vida, há textos sobre questões da infância, da adolescência, da vida adulta e da velhice. Vários trabalhos aprofundam aspectos subjetivos da educação e da promoção da saúde e da prevenção de agravos. Um grupo de artigos percorre problemas ou cuidados na gravidez, parto e maternidade e percepções e representações sobre doenças como dengue, câncer, diabetes, distúrbios alimentares e outros.

Há também uma série de textos sobre os cuidados ofertados pelo SUS, sobre atuação dos profissionais de saúde e, também sobre a visão dos pacientes sobre os cuidados que recebem e sua satisfação com os serviços. Encontram-se ainda instrumentos para orientar quem trabalha com narrativas de adoecimento, com avaliação qualitativa e com prevenção de violência na juventude. E é importante ressaltar que, de forma inédita, nesta edição, publica-se a Resolução recém- aprovada (maio de 2016) pelo Ministério da Saúde do Brasil sobre as normas que devem reger pesquisas sociais e humanas no país, dispositivo em que, pela primeira vez se respeitam e se levam em conta os procedimentos metodológicos próprios dessas áreas. A elaboração desse documento foi liderada pelo Conselho Nacional de Saúde, mas integrou todas as Sociedades e Associações que congregam os cientistas das áreas sociais e de humanas do Brasil. Sua participação está registrada na nota sobre a Resolução.

Enfim, os leitores têm a seu dispor um livro aberto sobre teorias, métodos e práticas que conformam a experiência da pesquisa qualitativa em saúde, tema tão precioso, importante e controverso.

Acesse na íntegra a edição agosto 2017 da revista na base SciELO


Editorial

Investigação qualitativa na área da saúde: por quê? – Jaime Ribeiro; Dayse Neri de Souza; António Pedro Costa

O artigo qualitativo em foco – Maria Cecília de Souza Minayo; Debora Diniz; Romeu Gomes

Artigos temáticos

1. Controle da dengue: os consensos produzidos por Agentes de Combate às Endemias e Agentes Comunitários de Saúde sobre as ações integradas – João Paulo de Morais Pessoa; Ellen Synthia Fernandes de Oliveira; Ricardo Antônio Gonçalves Teixeira; Cristiane Lopes Simão Lemos; Nelson Filice de Barros

2. Expectations of a group of Portuguese pregnant women in the districts of Viseu and Aveiro regarding motherhood – Emília de Carvalho Coutinho; Ana Maria Anjos Rocha; Alcione Leite da Silva

3. Vídeos institucionais podem contribuir ao debate para o enfrentamento da violência doméstica infantil? – Karen Namie Sakata So; Emiko Yoshikawa Egry; Maíra Rosa Apostólico; Cinthya Midori Wazima

4. Fatores de satisfação e insatisfação profissional de docentes de nutrição – Cleia Graziele Lima do Valle Cardoso; Nilce Maria da Silva Campos Costa

5. Análisis cualitativo de tópicos vinculados a la calidad de vida en personas con discapacidad – María Victoria Martín Cilleros; Maria Cruz Sánchez Gómez

6. Vínculo entre enfermeiros e mães de crianças menores de dois anos: percepção de enfermeiros – Altamira Pereira da Silva Reichert; Polianna Formiga Rodrigues; Tarciane Marinho Albuquerque; Neusa Collet; Maria Cecília de Souza Minayo

7. Limites e possibilidades de um jogo online para a construção de conhecimento de adolescentes sobre a sexualidade – Rebeca Nunes Guedes de Oliveira; Rafaela Gessner; Vânia de Souza; Rosa Maria Godoy Serpa da Fonseca

8. McGill Entrevista Narrativa de Adoecimento – MINI: tradução e adaptação transcultural para o português – Erotildes Maria Leal; Alicia Navarro de Souza; Octavio Domont de Serpa Júnior; Iraneide Castro de Oliveira; Catarina Magalhães Dahl; Ana Cristina Figueiredo; Samantha Salem; Danielle Groleau

9. Experiencias de jóvenes de Medellín antes, durante y después de pertenecer a un grupo armado ilegal, 2005 – Dora María Hernández-Holguín; Eliana María Alzate-Gutiérrez

10. Envejecer en casa con teleasistencia en España. Un análisis del discurso – Juan C. Aceros; Maria Tereza Leal Cavalcante; Miquel Domènech

11. Communication strategies employed by rare disease patient organizations in Spain – Antonio Castillo-Esparcia; Paloma López-Villafranca

12. Los jóvenes en favelas de Rio de Janeiro, Brasil: de la vulnerabilidad social a las oportunidades para el desarrollo humano – Gustavo de Oliveira Figueiredo

13. Possíveis novos determinantes da qualidade de vida de pacientes com câncer de tireoide tratado: um estudo qualitativo – Carla Maria Ramos Germano; Débora Bonato; Victor Hugo Maion; Lucimar Retto da Silva de Avó; Débora Gusmão Melo; Bruno José Barcellos Fontanella

14. Itinerários terapêuticos de sujeito com sintomas anoréxicos e bulímicos – Maria Bernadete de Carvalho; Alexandre Costa Val; Maria Mônica Freitas Ribeiro; Lúcia Grossi dos Santos

15. Doar ou não doar, eis a questão: uma análise dos fatores críticos da doação de sangue – Jefferson Rodrigues Pereira; Caissa Veloso e Sousa; Eliane Bragança de Matos; Leonardo Benedito Oliveira Rezende; Natália Xavier Bueno; Álvaro Machado Dias

16. Tomada de decisão e alta administração: a implantação de projetos de mudanças de gestão da clínica em hospitais do SUS – José Márcio da Cunha Pacheco Júnior; Romeu Gomes

17. É como uma família: significados atribuídos a grupos de educação em saúde sobre diabetes por profissionais da saúde – Lucas Pereira de Melo

18. Significados da alimentação escolar segundo alunos atendidos pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar – Janaína Braga de Paiva; Maria do Carmo Soares de Freitas; Ligia Amparo da Silva Santos

19. Dificuldades vividas por pessoas trans no acesso ao Sistema Único de Saúde – Pablo Cardozo Rocon; Alexsandro Rodrigues; Jésio Zamboni; Mateus Dias Pedrini

20. Conhecimento de enfermeiras e estratégias de incentivo da participação familiar na amamentação – Rafaella Brandão Dias; Rita Narriman Silva de Oliveira Boery; Alba Benemérita Alves Vilela

21. A (des)valorização do agente comunitário de saúde na Estratégia Saúde da Família – Carla Guanaes-Lorenzi; Ricardo Lana Pinheiro

22. Inovação em ouvidorias do SUS – reflexões e potencialidades – Fernando Manuel Bessa Fernandes; Marcelo Rasga Moreira; José Mendes Ribeiro; Assis Mafort Ouverney; Flávio José Fonseca de Oliveira; Maria Francisca Abritta Moro

23. Possibilidades de inserção do acompanhante no parto nas instituições públicas – Odaléa Maria Brüggemann; Erika Simas Ebsen; Romana Raquel Ebele; Bruna Daniela Batista

24. Independent Life Skills among psychosocial care network users of Rio Grande do Sul, Brazil – Cândida Garcia Sinott Silveira Rodrigues; Vanda Maria da Rosa Jardim; Luciane Prado Kantorski; Valeria Cristina Christello Coimbra; Carlos Alberto dos Santos Treichel; Beatriz Francchini; Andreia Ferreira Bretanha; Aline dos Santos Neutzling

Artigos de revisão

25. Anemia em crianças e mulheres indígenas no Brasil: revisão sistemática – Juliana Souza Andrade Lício; Thatiana Regina Fávaro; Célia Regina Moutinho de Miranda Chaves

26. Necessidades e papéis parentais em cuidados intensivos neonatais: revisão dos guias portugueses – Mariana Amorim; Elisabete Alves; Henrique Barros; Susana Silva

27. Direito à saúde da população em situação de rua: reflexões sobre a problemática – Irismar Karla Sarmento de Paiva; Cindy Damaris Gomes Lira; Jéssica Micaele Rebouças Justino; Moêmia Gomes de Oliveira Miranda; Ana Karinne de Moura Saraiva

28. Hacia una atención comunitaria en salud mental para personas con esquizofrenia en Colombia – Daniel Ricardo Zaraza-Morales, Dora María Hernández-Holguín

Opinião

29. Resolução nº 510 de 7 de abril de 2016 que trata das especificidades éticas das pesquisas nas ciências humanas e sociais e de outras que utilizam metodologias próprias dessas áreas – Iara Coelho Zito Guerriero

Construtores da Saúde Coletiva

30. José Lima Pedreira de Freitas e o redimensionamento e controle da doença de Chagas – Juan Stuardo Yazlle Rocha

Resenhas
Anatomias Populares. A Antropologia Medica de Martin Alberto Ibáñes-Novión – Fleischler S, Sautchuk E, editores – Resenhado por Ana Maria Canesqui

Comments

comments