Cesar Victora discute iniquidades sociais na saúde materno-infantil no Rio


Com o título Social inequalities in maternal and child health: global patterns and trends, Cesar Victora, professor emérito da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e ex-presidente da International Epidemiological Association (IEA), será o palestrante da edição de setembro do seminário Panoramas da Saúde Global II – Rudolf Virchow Seminar Series on Global Health.

A palestra será proferida nesta quinta-feira, 17 de setembro, às 10 horas, no auditório principal do Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IMS/UERJ). A moderação será coordenada por Eduardo Faerstein, professor do IMS e vice-presidente da Abrasco. O evento é uma promoção do Centro Rio de Saúde Global em parceria com o IMS e a Uerj, que disponibilizará exibição online pelo Telessaúde Uerj.

Victora abordou a temática, centro de seus estudos e das coortes por ele coordenadas há mais de 30 anos nos dois últimos congressos organizados pela Abrasco. No início do ano, evidências consolidadas sobre o papel do aleitamento materno no desenvolvimento infantil foram publicados no periódico The Lancet . Confira as matérias nos links abaixo.

Cesar Victora fala desafios da saúde brasileira no Abrascão 2015

Cesar Victora aborda os desafios da epidemiologia brasileira no Epivix 2014

Social inequalities in maternal and child health: global patterns and trends
Palestra com Cesar Victora no seminário Panoramas da Saúde Global II
Data: 17 de setembro, quinta-feira
Horário: das 10h às 11h30
Local: Auditório do IMS/UERJ  – 6º Andar, Bloco E, sala 6012 (acesso pela portaria do Instituto – 7º Andar – Bloco D
Endereço: R. São Francisco Xavier, 524 – Maracanã, Rio de Janeiro)
Link da Teleconferência:  http://webconf.telessaude.uerj.br/r33083732/

Comments

comments

Um comentário sobre “Cesar Victora discute iniquidades sociais na saúde materno-infantil no Rio

  1. Agradeço a valiosa oportunidade de acompanhar esta apresentação e discussão. Parabéns ao prof. Cesar Victora e aos organizadores.
    Albina R. Torres (docente – Faculdade de Medicina de Botucatu-Unesp)