Capes lança Prêmio Tese 2014 e Grande Prêmio Oswaldo Cruz


As melhores pesquisas de doutorado na área da Saúde Pública têm uma oportunidade a mais de reconhecimento. Já estão abertas as inscrições para o Prêmio Capes de Teses 2014, organizado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Nível Superior (Capes).

O concurso começa dentro dos programas de pós-graduação, que devem instituir uma comissão de avaliação e selecionar a melhor tese defendida na instituição no ano passado. É necessário que o programa tenha tido, no mínimo, três teses de doutorado defendidas em 2013 e que o estudo tenha sido apresentado em território nacional. O coordenador do programa tem até o dia 26 de junho para fazer a indicação na plataforma eletrônica do concurso, apresentando a documentação necessária e a autorização do autor da tese concorrente.

Encerrado período de análise técnica, a Coordenação de área da Capes instituirá uma comissão julgadora, que poderá conceder, além da premiação, duas menções honrosas. O vencedor recebe uma bolsa para realização de estágio pós-doutoral em instituição nacional pelo prazo de três anos, ou em instituição internacional pelo prazo de um ano, além de certificado, medalha e custeio para participar da cerimônia de premiação. A comissão tem até 5 de setembro para apresentar seu parecer e a Capes até 25 de setembro para publicar o resultado no Diário Oficial da União.

No ano passado, a tese vencedora em Saúde Pública foi “Maternidade na Adolescência: Efeitos em curto e longo prazo sobre a saúde e o capital humano dos filhos Coortes de Nascimentos de Pelotas, RS – 1982, 1993 e 2004”, desenvolvida pela pesquisadora Maria Clara Restrepo Méndez, do programa de Pós-Graduação em Epidemiologia do Centro Internacional de Equidade em Saúde da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), sob orientação do professor Cesar Victora. Ao todo, 645 teses participaram do certame, inscritas por 80 instituições. Destas, 48 foram premiadas e 88 receberam menções honrosas. A premiação foi instituída em 2005.

Grande Prêmio: As teses ganhadoras que fazem parte da grande área das Ciências Biológicas; Ciências da Saúde e Ciências Agrárias estarão habilitadas a disputar o Grande Prêmio Capes de Tese Oswaldo Gonçalvez Cruz. Os autores terão até 10 de outubro para encaminhar à Agência uma vídeo-aula sobre o tema do estudo destinada a estudantes de nível médio.

A Comissão julgadora do Grande Prêmio Capes de Tese Oswaldo Gonçalvez Cruz será composta pelo presidente da Agência e alguns dos coordenadores de área. O agraciado ganhará, além das medalhas, certificados e custeio de viagem, prêmio de U$ 15 mil, concedido pela Fundação Conrado Wessel, e bolsa de pós-doutorado para desenvolvimento de pesquisa instituição nacional por cinco anos, ou em instituição internacional pelo prazo de um ano. Há também os grandes prêmios Capes de Tese Mário Schenberg, dedicado às Engenharias, Ciências Exatas e da Terra e Multidisciplinares ligadas às temáticas de materiais e de biotecnologia; e  Capes de Tese Sérgio Buarque de Holanda”; voltado para as Ciências Humanas, Lingüística, Letras e Artes, Ciências Sociais Aplicadas e Multidisciplinares em Ensino. A divulgação dos grandes vencedores será feita até 21 de novembro e a cerimônia de premiação acontecerá em Brasília, no dia 10 de dezembro. Tanto para os Prêmios quanto para os Grandes Prmêmios, os orientadores responsáveis pelas teses são agraciados, com os empenhos de R$ 3 mil e de R$ 6 mil para participação em congressos da área. Confira os detalhes no edital.

Comments

comments