Fiocruz faz diagnóstico participativo e oficina sobre território em Paraty


Divulgação


Lideranças e técnicos da Fiocruz decidem plano de amostragem das comunidades do Mosaico Bocaina, em Paraty

A pesquisa-ação “Territórios Sustentáveis e Saudáveis da Bocaina", da Fiocruz, vem desenvolvendo um importante trabalho de conscientização e formação das comunidades da região conhecida como Mosaico Bocaina, que abrange o litoral Sul do Estado do Rio de Janeiro, mais precisamente a cidade de Paraty.

As atividades, realizadas durante a Semana do Meio Ambiente, em junho, construíram um  diagnóstico participativo da comunidade acerca do saneamento e da despoluição do Rio da Barra, que contou a visita de técnicos da Fundação e lideranças locais para a criação de um plano de amostragem de caracterização dos recursos hídricos. Já a oficina conceitual sobre territórios sustentáveis e saudáveis tomou como ponto de partida a vivência da população local para  criar e desenvolver métodos, tecnologias, parâmetros e indicadores de caracterização, análise, monitoramento e avaliação.

Projeto Bocaina busca desde 2009 a construção e implantação coletiva de uma agenda estratégica para a promoção da qualidade de vida e da sustentabilidade econômica solidária das comunidades tradicionais da localidade, uma área de proteção ambiental.  A pesquisa-ação é coordenada pelo sanitarista Edmundo Gallo, pesquisador adjunto da Fiocruz e integrante do colegiado do GT de Promoção da Saúde da Abrasco, além de participar da Rede de Diálogos e Convergências da Abrasco. 

Comments

comments