Diretoria da ABRASCO manifesta seu pesar pelo falecimento do pesquisador Aloísio Teixeira


A diretoria da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO), manifesta seu pesar pelo falecimento do pesquisador Aloísio Teixeira. Vítima de infarto fulminante na manhã do dia 23 de julho. Teixeira tinha 67 anos e atuava como professor titular do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IE/UFRJ), universidade que dirigiu de 2003 a 2011. Formado em 1978 pela Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas do Rio de Janeiro, Aloísio tornou-se mestre pela UFRJ e doutor pela Universidade Estadual de Campinas. Na UFRJ, também era professor do Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e das Técnicas e Epistemologia/HCTE. A UFRJ decretou luto oficial de três dias. O corpo de Aloísio Teixeira foi velado no átrio do Fórum de Ciência e Cultura, no Palácio Universitário do campus Praia Vermelha da UFRJ (Av. Pasteur, 250, Urca) e a cerimônia de cremação foi realizada no dia 24  no cemitério São Francisco Xavier, no Caju.

Comments

comments