Declaração da WFPHA sobre a imunização contra a COVID-19 e o acesso equitativo às vacinas

Foto: Bruno Concha/Secom/SMS Salvador/Fotos Públicas

Declaração da World Federation of Public Health Associations (WFPHA).

A imunização é uma das medidas de saúde pública mais exitosas dos tempos modernos. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS, 2008), apenas o acesso à água potável é mais efetivo do que a imunização para a prevenção de doenças infecciosas. Anualmente, a imunização evita cerca de 2,5 milhões de mortes em todo o mundo e reduz os custos dos tratamentos de várias doenças (OMS, 2018).

Acesse o pdf da declaração

Ao lado de toda a devastação que tem causado, a pandemia de Covid-19 tem demonstrado que o investimento em prevenção é tão ou mais importante do que o investimento em tratamento de doenças. Sem dúvida, a imunização tem um papel importante na prevenção de doenças, não apenas daquelas mais comuns na infância, mas de doenças que ocorrem ao longo da vida. Nesse sentido, a imunização é um componente-chave do envelhecimento saudável. Ela salva, prolonga e melhora a qualidade de vida, ao mesmo tempo em que economiza tempo e outros recursos, levando a sistemas de saúde sustentáveis (Diretrizes do Diretor Médico do Reino Unido, 2011). Além disso, tem impacto positivo a longo prazo, contribuindo para tornar as comunidades mais saudáveis e promover o desenvolvimento social e econômico.

O impacto da pandemia sobre os serviços de saúde tem atingido os programas de vacinação. A Aliança Global pelas Vacinas (GAVI), o Fundo Internacional de Emergência das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a OMS já alertaram que 80 milhões de crianças menores de um ano correm o risco de contrair doenças devido a interrupções nos programas vitais de imunização por causa do COVID-19 (REF?). No que concerne à Covid-19, especificamente, quase todas as pessoas estão em risco e podem precisar de vacinação. Portanto, é provável que a demanda por vacinas supere a oferta. A preocupação da Força-Tarefa de Imunização da Federação Mundial de Associações de Saúde Pública (WFPHA) é a tendência dos países ricos de adquirir todas as doses de vacinas eficazes disponíveis em detrimento das populações de risco em que vivem condições de baixa renda.

Como era de se esperar, a corrida para produzir uma vacina segura e eficaz para Covid-19 está em andamento e há indicações de que o sucesso pode não estar muito distante. Uma lição importante que a experiência com os programas de imunização anteriores ensinou é que, mesmo quando vacinas eficazes estão disponíveis, as pessoas em situação de vulnerabilidade, em países ou regiões de baixa renda, geralmente, não têm acesso a essas vacinas. Existem inúmeras razões para este estado de coisas, destacando-se o alto custo dos programas de vacinação para os países, os sistemas de saúde, as famílias e os indivíduos, as barreiras de acesso geográfico dos indivíduos aos postos de vacinação e a provisão insuficiência de vacinas. Para piorar as coisas, a GAVI anunciou (antes da COVID-19) sua intenção de se interromper o apoio financeiro aos países de baixa renda.

Diante disso, a Força-Tarefa de Imunização da WFPHA recomenda:

  1. A comunidade internacional deve ampliar a cooperação no apoio à pesquisa e ao desenvolvimento de vacinas seguras e eficazes contra a Covid-19.
  2. A comunidade internacional deve estabelecer um fundo para apoiar os países que precisam vacinar suas populações, mas têm recursos limitados.
  3. Os Estados membros devem apoiar a Organização Mundial da Saúde em seus esforços para coordenar a resposta à Covid-19 e o desenvolvimento de uma vacina apropriada.
  4. As autoridades nacionais devem apoiar financeiramente a OMS e investir no fortalecimento dos sistemas nacionais de saúde, com ênfase particular em programas sustentáveis de imunização.
  5. A GAVI deve continuar a trabalhar para a distribuição equitativa de qualquer vacina eficaz contra a Covid-19 e adiar quaisquer planos de retirada do apoio financeiro aos países em desenvolvimento.

Referências:

GAVI (2020) COVID-19: massive impact on lower-income countries threatens more disease outbreaks https://www.gavi.org/news/media-room/covid-19-massive-impact-lower-income-countries-threatens-moredisease-outbreaks

WHO (2008) Vaccination greatly reduces disease, disability, death and inequity worldwide. Available at: https://www.who.int/bulletin/volumes/86/2/07-040089/en/. Last accessed: June 2019.

WHO (2018) Vaccines: the powerful innovations bringing WHO’s mission to life every day. Available at: https://www.who.int/news-room/commentaries/detail/vaccines-the-powerful-innovations-bringing-who-smission-to-life-every-day. Last accessed: May 2019.

UK Chief Medical Officers’ Guidelines (2011) Physical activity benefits for adults and older adults. Available at: https://www.health-ni.gov.uk/sites/default/files/publications/dhssps/physical-activity-info.pdf. Last accessed: June 2019.

Comments

comments

Deixe uma resposta