Michelle Bachelet faz conferência magna ao vivo nesta quinta-feira

Os caminhos da luta pelos Direitos Humanos na Organização das Nações Unidas (ONU) no atual contexto da pandemia de Covid-19 será tema de uma conferência magna nesta quinta, (15), das 10h às 12h30 (horário de Brasília), realizada na programação de atividades dos Seminários Avançados do Centro de Relações Internacionais em Saúde, da Fundação Oswaldo Cruz (CRIS/Fiocruz). A convidada especial é Michelle Bachelet, Alta Comissária da ONU para os DH. A abertura será feita por Nísia Trindade Lima, presidente da Fiocruz; e a transmissão realizada pela VideoSaúde Distribuidora.

Após as falas de Nísia Trindade e Michelle Bachelet, a atividade seguirá com o painel “Direito à Saúde e Pandemia”. com a presença de Tlaleng-Mofokeng, Relatora especial do Conselho de Direitos Humanos sobre o Direito à Saúde; Lawrence Gostin, professor da Escola de Direito da Universidade de Georgetown (EUA); e Armando Negri, pesquisador convidado do CRIS/Fiocruz. A mediação será do abrasquiano Paulo Buss, coordenador do CRIS/Fiocruz e presidente da Aliança Latino-Americana de Saúde Global (Alasag). O evento terá tradução simultânea em português, inglês e espanhol.

Denúncia da Frente pela Vida
Em março, a Frente pela Vida denunciou, em carta aberta a organismos internacionais, a situação preocupante da pandemia no Brasil. O documento informa que a errática condução política tornou o país uma ameaça à saúde global. Ao fim, é feito um apelo para que se exija do governo brasileiro o cumprimento dos tratados e das resoluções internacionais dos quais a nação é signatária.

A carta foi encaminhada a Harsh Vardhan e Tedros Adhanom Ghebreyesus, respectivamente, Presidente do Conselho Executivo e Diretor Geral da Organização Mundial da Saúde (OMS/WHO), e a Michelle Bachelet. Além do exercício da representação, a ex-presidente do Chile tem um olhar atento às questões da América Latina, tendo inclusive, participado e proferido a conferência de abertura do 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, em julho de 2018.

Comments

comments

Deixe uma resposta