Ágora Abrasco traz debate sobre deficiência e pandemia no dia 11 de novembro

A Ágora Abrasco retoma sua atividade no 11 de novembro debatendo as questões relativas à deficiência e acessibilidade no cenário da pandemia de Covid-19. O debate é organizado pelo GT Deficiência e Acessibilidade da Abrasco. Assista na TV Abrasco.

Data: 11 de novembro – Quarta-feira

Horário: 16 horas

Painel: Deficiência e Saúde Coletiva: o que a pandemia esconde ou revela

Convidados:

  • Silvia Pereira – Coordenadora do GT Deficiência e acessibilidade da Abrasco e UFRB
  • Érico Gurgel – GT Deficiência e acessibilidade da Abrasco e UFRN
  •  Vitória Bernardes – Conselheira do CNS
  • Stella Nicolau – GT Deficiência e acessibilidade da Abrasco e UNIFESP

Coordenação:

  • Francine de Souza Dias – Rede Zika Ciências Sociais

 

#PraCegoVer: Um cartaz no alto da página, com bordas na cor bege e fundo branco. No topo, um retângulo arredondado, cor de vinho, anuncia em letras brancas o título do painel: “Deficiência e Saúde Coletiva: o que a pandemia esconde ou revela”. Logo abaixo, há a descrição e fotos onde aparecem os rostos dos convidados: Silvia Pereira, coordenadora do GT Deficiência e Acessibilidade da Abrasco e professora da UFRB, é uma mulher negra, de cabelos pretos, curtos e cacheados. Está de de batom vermelho, sorrindo. Érico Gurgel, integrante do GT Deficiência e Acessibilidade da Abrasco e professor da UFRN, é um homem de cabelos curtos e quase grisalhos, de pele branca, e está sorrindo para a foto. Vitória Bernardes é conselheira do CNS, usa óculos, tem cabelos pretos ondulados, pele branca, e usa um cachecol azul, sorrindo. Stella Nicolau é integrante do GT Deficiência e Acessibilidade da Abrasco, e professora da UNIFESP – tem cabelos na altura dos ombros, brancos, pele branca, e está sorrindo para a foto.

Abaixo, há um retângulo arredondado, cor de vinho, com palavra “Coordenação”, em branco, acima da foto de Francine de Souza Dias, integrante da Rede Zika Ciências Sociais: ela é uma mulher de cabelo castanho escuro, liso, e tem a pele parda. Está sorrindo. Ao lado, há o símbolo azul com o desenho de duas mãos em movimento, que significam que o evento terá tradução para a Língua Brasileira de Sinais (Libras). Abaixo, um retângulo também cor de vinho indica a informação de data e horário – 11 de novembro, às 16h, na TV Abrasco – e, ao lado, um símbolo do Youtube, na cor vermelha. Outro retângulo destaca a frase “O evento será legendado ao vivo”. Por último, na margem inferior, está escrito “Ágora Abrasco”, em letras grandes e laranjas, ao lado do símbolo da Abrasco, que é um triângulo laranja, amarelo e branco, ao lado da palavra “Abrasco”, na cor preta.

Comments

comments

Deixe uma resposta