Adeus a Flávio George Aderaldo, fundador e editor da HUCITEC

Flavio George Aderaldo – 20/08/1942 – 19/11/2019

Faleceu na manhã de terça-feira, 19 de novembro, o fundador e diretor da Editora HUCITEC Flávio George Aderaldo. Natural de Quixeramobim (CE), Flávio lançou no ano de 1971 a editora que leva na sigla as iniciais de Humanismo, Ciência e Tecnologia (HUCITEC), em São Paulo. As despedidas aconteceram no Velório da Vila Mariana.

“Hoje temos muitas editoras publicando no campo da saúde coletiva e o público leitor se adensou com a criação do SUS, mas nos anos 1970 e 80 não tinha mais ninguém além da HUCITEC. Flávio percebeu a importância das ideias e dos movimentos que eclodiram e estruturaram nossa área e, de forma audaciosa, investiu em livros e autores que foram, aos poucos, tornando-se conhecidos. Foi uma aposta comercialmente muito arriscada, assumida por seu idealismo”, diz o sanitarista e abrasquiano Eymard Vasconcelos, que destaca também a dedicação e o respeito com os autores e amigos que o editor construiu durante sua jornada. “Ele sempre teve uma relação muito amiga e respeitosa com os autores e fazia questão de assumir o comando do processo de edição de cada livro.

Quem também comenta a partida é Marco Akerman e Carlos Botazzo, docentes da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (FSP/USP), e integrantes, respectivamente, dos grupos temáticos Promoção da Saúde e Desenvolvimento Sustentável (GTPSDS/Abrasco), e Saúde Bucal Coletiva (GTSB/Abrasco) .

“Todo livro que saiu da Hucitec, enquanto Flavio esteve lá, passou pela sua mão e pelo seu cuidadoso olhar de editor. Ele não só revisava todos os livros, ele lia o livro e ao final comentava e emitia sua opinião sobre o conteúdo. Um trabalho cheio de carinho e erudição” ressalta Akerman.

“Dos muitos atributos de Flávio, destaca-se sua concepção do trabalho editorial como arte. Assim, cada livro saía como uma construção. É o sentido mais alto que posso ver na sua artesania com os livros. Perdemos um grande sujeito, um verdadeiro erudito” complementa Botazzo, ambos em diálogo com o registro em vídeo “Flávio, o editor artesão”, produzido pelo Cine Saúde, em 2017. Assista abaixo.

Comments

comments

Deixe uma resposta