Refundação de Sistemas de Saúde na América Latina e no Caribe em debate

Com a proposta de repensar a saúde pública no hemisfério sul do continente americano, o Conselho Latino-americano de Ciências Sociais inicia nesta quarta, dia 28, o Ciclo de Debates: Refundação de Sistemas de Saúde na América Latina e no Caribe. A atividade é organizada pelo Grupo de Trabalho de Saúde Internacional e Soberania Sanitária da CLACSO e tem a co-organização da Abrasco.

O fortalecimento do pensamento crítico em saúde, levando em consideração as singularidades de cada país e região estão entre os objetivos centrais do evento, entendido também como um facilitador para o encontro de ideias entre pesquisadores da América Latina, algo ainda mais necessário neste período de crise sanitária.

A mesa de abertura terá a presença de Karina Batthyány, secretária executiva do CLACSO (Uruguai); Pablo Vommaro, diretor de Investigação CLACSO (Argentina); Marinilda Rivera Díaz. Grupo de Trabalho do CLACSO Saúde Internacional e soberania sanitária e Escola de Saúde Pública da Universidade de Porto Rico e Leny Trad, docente e pesquisadora do ISC-UFBA e representante da Abrasco na atividade. A coordenação é de Antonio Hernández (El Salvador).

Na sequência, o primeiro painel do ciclo contará com Rafael Bautista, assessor da vice-presidência (Bolívia) e Gonzalo Basile, do Grupo de Trabalho CLACSO Saúde Internacional e soberania sanitária (Argentina). A coordenação da sessão será de Luanda Lima, da coordenação do GT Educação Popular em Saúde, da Abrasco, e de Manuel Espinel. Universidade Complutense de Madri (Espanha).

Serviço:
Ciclo de Debates: Refundação de Sistemas de Saúde na América Latina e no Caribe
Data: 28 de abril, Quarta-feira
Assista à gravação:

Comments

comments

Deixe uma resposta