Ciência & Saúde Coletiva – Julho 2022

Foto: Arquivo Abrasco

“Para defender o SUS é essencial reconhecer seus problemas e, ao mesmo tempo, indicar caminhos para enfrentá-los”, escreveu Gastão Wagner, presidente da Abrasco entre 2015 e 2018, e docente da Unicamp, no editorial “Reforma sanitária e o Sistema Único de Saúde (SUS)”, na edição de julho da Ciência & Saúde Coletiva. 

A publicação traz 14 textos diversificados, dialogando com o eixo “Evidências, problemas e desafios na gestão do SUS”, além de artigos de revisão, temas livres e resenhas.

Médicos para o Brasil 

O que fez com que o Programa Mais Médicos fosse possível?”: o artigo traz uma análise documental e bibliográfica, além de entrevistas, a fim de definir quais foram os atores responsáveis pelo desenvolvimento do programa que visava suprir a falta de médicos para o SUS. 

Pesquisa Nacional de Saúde 2019 

A PNS coletou informações sobre o funcionamento do sistema nacional de saúde, assim como as condições de saúde da população. O estudo foi base para textos publicados na C&SC, como “Prevalência de doenças crônicas em octogenários: dados da Pesquisa Nacional de Saúde 2019”

Uso de medicamentos no CAPS 

Um questionário aplicado a 1630 usuários de Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) de quatro grandes municípios brasileiros  descreve a construção de consenso entre equipe, usuários e famílias sobre o tratamento com medicamentos. Leia “Gestão compartilhada do tratamento com psicofármacos: inquérito com usuários de CAPS de quatro grandes cidades brasileiras”. 

Alimentação e nutrição 

Mais de um artigo discorre sobre questões relacionadas à insegurança alimentar, hábitos alimentares e consumo de ultraprocessados. “Padrões de consumo alimentar nas comunidades ribeirinhas da região do médio rio Solimões – Amazonas – Brasil” traz uma análise de  492 ribeirinhos da região do médio rio Solimões.

Confira a edição completa, no site da Ciência & Saúde Coletiva e no Scielo. 

Comments

comments

Deixe um comentário