300 mil mortes por coronavírus: até quando nosso luto irá?

Enquanto vários países começam a sentir o efeito da vacinação contra a Covid-19, no Brasil o luto se estende. A pandemia se alastrou por todo o país mas, atinge de forma mais grave os pobres, negros, indígenas, quilombolas, pessoas em situação de rua, pessoas privadas de liberdade.          

Há menos de um ano, contabilizamos, estarrecidos, as primeiras 100 mortes por coronavírus em território nacional. Há 6 meses, nos indignamos com 100 mil mortes. E agora, totalizamos trezentas mil. Os nomes não cabem nas páginas dos jornais. Quantas mortes ainda teremos que contar?

A Frente Pela Vida denuncia, há meses, a omissão do governo federal no enfrentamento da pandemia, e apela pela união de todos para salvar vidas. É preciso acelerar a vacinação, em todos os cantos do Brasil, de forma organizada, com critérios claros, e promover campanhas de comunicação.

É necessário garantir o auxílio emergencial, para que as pessoas possam ficar em casa: temos pressa,  tem gente com fome.

O SUS salvou e salva muitas vidas, mas está em colapso.  Precisa ser fortalecido e toda a sociedade brasileira deve se unir em solidariedade, cobrar dos governantes medidas efetivas para interromper a barbárie.

Comments

comments

Deixe uma resposta