GT SAÚDE BUCAL COLETIVA

A Saúde Bucal Coletiva (SBC) é um movimento teórico-político com origem na Reforma Sanitária brasileira. No plano teórico pretendemos uma ruptura epistemológica com a Odontologia e recusamos a Odontologia de Mercado. Sua criação enquanto Grupo Temático da Abrasco se deu a partir da defesa de alguns princípios entre os quais, a defesa da saúde como direito e não como mercadoria, devendo ser assegurados para todos como forma indissociável da saúde geral para todos e tendo como princípios norteadores:

1. Acesso universal às ações e serviços em Saúde Bucal, por rejeitarmos frontalmente o monopólio de classe por certas ações, tanto preventivas quanto terapêuticas;

2. Cuidados integrais, com acesso a todos os níveis de atenção e a ações intra e extra setor saúde, por não opormos as dimensões da promoção, prevenção e reabilitação, uma vez que são, em termos coletivos, necessárias concomitantemente;

3.Prática profissional sob princípios éticos, por rejeitarmos a coisificação do outro. Defendemos a autonomia das pessoas e rejeitamos, de modo intransigente, a realização de procedimentos inúteis ou realizados por razões mercantis; esta mesma dimensão ética orienta a produção do conhecimento científico e tecnológico, como afirmação da vida democrática em sociedade;

4. Controle popular dos sistemas e serviços de saúde, sejam sob gestão estatal ou de propriedade particular. Constituindo-se como pré-requisito ao exercício da cidadania, neste plano, a consolidação da democracia e o desenvolvimento de relações interpessoais fundadas na compreensão e solidariedade. Faz parte deste GT um grupo de professores de pós-graduação e pesquisadores em Saúde Bucal Coletiva, de instituições de ensino e pesquisa de numerosos estados brasileiros.

(texto baseado na carta de fundação do GT de Saúde Bucal Coletiva da Abrasco)