GT EDUCAÇÃO POPULAR E SAÚDE

O GT de Educação e Saúde da Abrasco nasceu durante o Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva em Salvador, nos dias 28 e 29 de agosto de 2000, a partir da Oficina da Rede de Educação Popular e Saúde (REDEPOP), com participantes da Rede e outros profissionais de serviços e da área acadêmica envolvidos com o tema.

Foram debatidos princípios conceituais e metodológicos de uma área de pensamento e ação que vem assumindo importância crescente na trajetória da Saúde Coletiva brasileira. Mais recentemente, no contexto da implementação do Programa de Saúde da Família, e com as demandas para a formação de pessoal e para a avaliação das ações de saúde, apontou-se para os integrantes da oficina de Educação Popular e Saúde a necessidade da institucionalização das atividades vinculadas à formação e à pesquisa, ensejando a proposta da criação do Grupo de Trabalho da Abrasco.

Os objetivos do GT voltaram-se, neste primeiro momento, para:

– a inserção e fortalecimento do tema EPS na formação ampliada de recursos humanos em saúde em nível de graduação e pós-graduação lato e stricto sensu;
– o desenvolvimento de projetos integrados de pesquisa, organizados em torno de linhas de pesquisa, vinculando grupos de diferentes instituições acadêmicas;
– a divulgação das reflexões teórico-metodológicas do campo, através de publicações (livros, artigos, hipertextos, etc.), do boletim Nós da Rede, da página na Internet e na lista de discussão.

Em encontros posteriores, avançou-se na definição de objetivos de articulação deste GT com outros atores sociais, tais como movimentos e grupos sociais da área da saúde, movimentos estudantis, de profissionais de saúde. A partir de 2003, buscou-se incluir também os sujeitos envolvidos com práticas educativas transformadoras, e a partir da estruturação da ANEPS – Articulação Nacional de Movimentos e Práticas de Educação Popular e Saúde, que envolve militantes de movimentos e pessoas que desenvolvem práticas educativas, além dos parceiros institucionais de secretarias municipais e estaduais de saúde, e do Ministério da Saúde.

No Congresso da Abrasco de  2006, o GT EPS, articulado à ANEPS e REDEPOP estruturou a TENDA PAULO FREIRE, visando oferecer aos participantes um espaço para o debate de temas relevantes para profissionais de saúde, movimentos sociais, na perspectiva de ampliação da discussão sobre a Saúde Coletiva nos eventos acadêmicos. No próximo Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde, em Salvador, o GT EPS se responsabilizará por algumas atividades, incluindo Fórum EDUCAÇÃO POPULAR: DIÁLOGOS E LUTAS PELA SAÚDE.

Últimas notícias

Boletim do Grupo Temático em Educação Popular e Saúde da Associação Brasileira de Saúde Coletiva – Ano 2 – N. 3 – 2021
  08 de julho de 2021

“Que teu grito, tua dor, eleve à Nhanderú a oração do amorJuntas, negras, indígenas, brancas, mestiçasUnam as mãos pela vida das mulheres que morreram nesse chãoPelo sangue das Marielles que ofuscaram sua corSalve mulheres, margaridas, violetas, rosas em flor” Os versos do poema “O lugar do Saber Ancestral”, de Márcia Kambeba, estão gravados em mais uma ...

Eu venho de longe e não ando só – 20 Anos do GT Educação Popular em Saúde
  22 de dezembro de 2020

Coordenadores contam aspectos e particularidades de suas gestões em diálogo com a história do setor saúde e do país

Lançamento do livro Saberes em Educação Popular: Autores e Autoras da Paraíba – Volume 1
  24 de novembro de 2020

Lançamento de exalta autoras e autores paraibanos da educação popular.

Livro traz a importância da participação popular para a consolidação de políticas públicas
  25 de novembro de 2020

GT Educação Popular em Saúde lança livro fruto de diálogos sobre democracia, participação e controle social

Relembre o 2º Seminário Temático do GT Educação Popular em Saúde da Abrasco
  20 de outubro de 2020

Assista aos painéis, na TV Abrasco, e leia os artigos subsidiados pelas discussões