Simbravisa receberá as Cartas para Guimarães

Este slideshow necessita de JavaScript.

O projeto Cartas para Guimarães já começa a tomar forma como palavras desenhadas em papel. A Comissão Cultural deste 8º Simbravisa que elegeu Guimarães Rosa como o grande homenageado do simpósio, concebeu como forma de pensar Guimarães o ato de escrever e divulgar cartas em meio físico, no modo antigo: “É simbólico. Faz uma pausa, abre um parêntesis, desloca do lugar do des-alento para um lugar ao abrigo da utopia” explica Daniella Guimarães de Araújo, coordenadora da Comissão Cultural do Simbravisa

O projeto receberá material até 30 de agosto e terá sua culminância no 8º Simbravisa onde será celebrado. Assim, propõe-se a escrita de cartas, no ensejo de que as mesmas, endereçadas à memória de Guimarães Rosa, possam ser endereçadas a todas as pessoas que buscam vida, ambiente e mundo saudável. Simbolizando nosso esforço e desejo para uma existência digna.

Ainda para Daniella a escrita é também amor e “qualquer amor é um pouquinho de saúde, um descanso na loucura” já dizia Guimarães. A ideia é criar e divulgar cartas, escritas à mão que expressem o desejo relacionado aos temas: 1- Literatura e arte nos tempos atuais; 2- Saúde Pública no território em que se vive. As cartas serão compiladas e apresentadas na nossa superintendência regional de saúde de Sete Lagoas, na Fiocruz Minas, no Simbravisa e também nas cidades do circuito roseano. As cartas farão parte do acervo do Museu Casa Guimarães Rosa. Qualquer pessoa pode participar, o prazo termina agora dia 30 de agosto, e o endereço para envio é Museu Casa Guimarães Rosa – Av. Padre João, 744, Cordisburgo – MG, CEP 35780-000. Participem!” pede a pesquisadora.

Veja aqui como participar do projeto. 

Comments

comments

Deixe uma resposta