Medicina Preventiva da USP celebra 50 anos com atividade de memória

Ana Flávia de Oliveira, vice-coordenadora do PPGMP; Maria Inês Batistela Nemes, coordenadora do PPGMP; Paulo  Rossi Menezes, chefe do DMP/FMSUP; Tarcísio Eloy de Barros Filho, vice-diretor da Faculdade de Medicina; e Thiago Souza Silveira, representante discente – Foto: Ascom/FMUSP

Realizada em 11 de dezembro último, a palestra “O movimento preventivista em São Paulo e a criação da disciplina nas escolas médicas – o departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo”, proferida por André Mota, docente do Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (DMP/FMUSP), marcou o aniversário de 50 anos desse importante centro de produção de conhecimento em Medicina e em Saúde Coletiva.

Pelo DMP/FMUSP passaram importantes nomes do pensamento social brasileiro, como ressaltou Mota em sua palestra. Com a realização do concurso para “Catedrático de Higiene e Medicina Preventiva”, em 1967, o departamento começou efetivamente, tendo indicado, como apontado por Mota, “por unanimidade o nome de Guilherme Rodrigues da Silva para a Cátedra e outorgados títulos de livre-docentes a Donald Wilson e Wanderley Nogueira da Silva”. Do final de 1960 por mais uma década, o DMP ampliou seu quadro com a contratação de Maria Cecília Donnangelo, Luci Moreira da Silva, Moisés Goldbaum, Julio Litvoc, José Maria Marlet Pareta, Amélia Cohn, Ricardo Lafetá Novaes, Eleutério Rodriguez Neto  – nome vetado pela Reitoria da USP devido à sua militância política-, e Ricardo Bruno Mendes Gonçalves, numa tradição que segue em renovação.

A cerimônia foi conduzida por Paulo Rossi Menezes, atual coordenador do DMP/FMUSP (na foto, ao centro). A mesa foi composta ainda, além de Menezes e Mota, por Ana Flávia de Oliveira, vice-coordenadora do Programa de Pós-graduação em Medicina Preventiva (PPGMP/FMUSP); Maria Inês Batistela Nemes, coordenadora do PPGMP/FMUSP; Paulo  Rossi Menezes, chefe do DMP/FMSUP; Tarcísio Eloy de Barros Filho, vice-diretor da FMUSP; e Thiago Souza Silveira, representante discente.

Comments

comments

Deixe uma resposta