A Tenda Paulo Freire no Abrascão 2018 – Confira a programação especial

Nos congressos da Abrasco a Tenda Paulo Freire tem se constituído, ao longo dos anos, em um espaço integrador e marcado pela diversidade e participação de atores populares dentro dos eventos científicos da saúde coletiva e de outras áreas da saúde. A ideia tem sido a de ofertar um espaço de vocalização e diálogo circular, trazendo as potencialidades e questões locais e suas implicações para a saúde e o SUS.

A presença da Tenda Paulo Freire no Abrascão 2018 reafirma a importância da educação popular e crítica para a saúde e o país, em especial em uma conjuntura de retrocessos políticos e ataques ao pensamento de caráter crítico e emancipatório. Ao longo da programação, práticas de cuidado serão oferecidas: Auriculoterapia, Reiki, Acupuntura, Floral, Farmácia Viva e Meditação.

A Tenda abrigará três tipos de atividades:

• Diálogo em formato de Rodas de conversa
• Atividades culturais desenvolvidas por grupos populares serão convidadas para apresentações nos intervalos, assim como para integrar as demais atividades da Tenda;
• Práticas populares de cuidado

 

Confira aqui a programação completa:
Dia 26 – Quinta-feira
13h00
Acolhida de boas vindas.
13h30 às 14h00
Atividade cultural – Esquete Desmontes do SUS
14h30 às 16h15
Roda de conversa
Os desmontes no SUS e as ameaças aos direitos sociais na atual conjuntura brasileira.
Facilitadores:
Osvaldo Peralta Bonetti (GT Educação Popular da Abrasco)
Wagner José Silva de Souza (Sindicato ACS do Município do Rio de Janeiro)
Ligia Bahia (Comissão de Política da Abrasco)
Homenagem para Tereza Ramos
16h20
Cortejo da Tenda Paulo Freire para a Tenda Marielle Franco com a participação do Coletivo Baque Mulher
Dia 27 – Sexta-feira
De 08h às 08h30
Acolhida com o grupo Acorda julino da Educação Popular em Saúde
08h30 – 10h30
Roda de conversa: Reflexões e desafios sobre o EDPOPSUS, a PNEPS-SUS e suas ações.
Facilitadores:
Vera Joana Bornstein
Ronaldo Travassos
Grasiele Nespoli
10h30 – 12h30
Roda de conversa A luta pela saúde no trabalho: opressão e resistência em tempos de reformas sociais
Facilitadoras:
Katia Reis (Fiocruz)
Cristina Strausz (Fiocruz)
13h30 às 14h
Atividade cultural – Yepondá (Baixada Fluminense)
14h30 às 16h15
Roda de conversa: Saúde da População Negra – O Cuidar dos Terreiros.
Facilitadores:
Bianca Gonçalves Tasca e Michele Gonçalves da Costa (Comitê Técnico de Saúde da População Negra – SMS/Rio)
Ana Bartira Penha Silva (RenAfro)
Mãe Lúcia (RenAfro)
Claudiana Miranda (SES/MA)
Homenagem para José Marmo
16h20
Cortejo Tenda Paulo Freire para a Tenda Marielle Franco com participação da Trupe do Circo Escola Benjamim de Oliveira do CDC Se Essa Rua Fosse Minha
Dia 28 – Sábado
08h00 – 08h30
Acolhida com a Ciranda das Mulheres da Feira Agroecológica Josué de Castro
08h30 – 10h30
Roda de conversa Tomar Ciência: saber popular e conhecimento científico unidos na prevenção e promoção da saúde.
Facilitadores:
Simone Leite Batista (CNS/ ANEPS nacional/ MOPS Sergipe)
Valéria Cristina Gomes de Castro (Coordenadoria de Cooperação Social Presidência- Fiocruz/UFRJ)
Convidados e convidadas:
Luiz Antônio Teixeira (autor do livro “O controle do câncer de mama no Brasil: trajetórias e controvérsias” – Casa de Oswaldo Cruz -COC/Fiocruz)
Sônia B. Guajajara (coordenadora executiva da APIB – Articulação dos Povos Indígenas do Brasil e pré-candidata na chapa à Presidência da República com Guilherme Boulos pelo PSOL)
Wilen Heil E. Silva (coordenador da Comissão Intersetorial de Promoção, Proteção e Práticas Integrativas e Complementares em Saúde – CIPPSPICS)
10h30 – 12h30
Roda de conversa: Política de drogas, saúde e violências em favelas no Rio de Janeiro.
Facilitadores:
Francisco Netto (Fiocruz)
Leonardo Bueno (Fiocruz)
Leonídio Madureira (Fiocruz)
Mayalu Matos (Fiocruz)
Atividade Cultural – Esquete: O impacto da violência na nossa saúde
13h30 às 14h
Atividade cultural – Dona Baratinha (Crianças EJA EPSJV) (30’) e Coletivo Chica Manicongo (30’)
14h30 às 16h15
Roda de conversa: Saúde para População LGBT+
Facilitadores:
Maria Eduarda Aguiar (Grupo Pela Vidda)
Indianara Siqueira (Transrevolução)
Camila Marins (Movimento de lésbicas)
16h20
Cortejo Tenda Paulo Freire para a Tenda Marielle Franco com Parada LGBT+
Dia 29 – Domingo
08h00 – 08h30
Acolhida – Os sentidos da educação popular em saúde
08h30 – 10h30
Plenária do movimento de educação popular em saúde (com produção de manifesto escrito/produto de posicionamento).
Facilitador: Pedro Cruz (GT Educação Popular da Abrasco)
10h30 – 11h50
Os 50 anos da Pedagogia do Oprimido e as contribuições de Paulo Freire e de Victor Valla à educação e à ação social, cultural e política no Brasil.
Convidado: Carlos Rodrigues Brandão
Homenagem para Victor Valla e a Paulo Freire
13h00 – 14h30
Lugar de cabeça lugar de corpo (En La Barca Jornadas Teatrais) e Deu a louca na encantaria (Projeto Danças Culminantes- Carimbó dos Altos)
14h30
Cortejo Tenda Paulo Freire para a Tenda Marielle Franco com a participação do grupo Deu a louca na encantaria (Projeto Danças Culminantes- Carimbó dos Altos)

 

Várias entidades estão envolvidas na realização da Tenda Paulo Freire, confira:

– Articulação Nacional de Movimentos e Práticas de Educação Popular em Saúde no Rio de Janeiro (ANEPS-RJ)
– Articulação Nacional de Movimentos e Práticas de Educação Popular em Saúde (ANEPS Nacional)
– Casa de Direitos da Baixada
– Comissão Intersetorial de Promoção, Proteção e Práticas Integrativas e Complementares em Saúde do Conselho Nacional de Saúde
– Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio da Fiocruz
– Frente Popular de Saúde (Niterói-RJ)
– Fundação Osvaldo Cruz
– GESTO – Grupo de Estudos em Teatro do Oprimido
– Grupo Pela Vidda
– Grupo Temático de Educação Popular em Saúde da Abrasco
– Grupo Temático de Racismo e Saúde da Abrasco
– Grupo Temático de Saúde do Trabalhador da Abrasco
– Núcleo de Cultura, Ciência e Saúde
– PIPA – Programa integrado pesquisa assistência: Reiki e Florais (Escola de enfermagem Anna Nery da UFRJ)
– PROCRIAR – Programa de Extensão Saberes e Práticas Criativas e Saúde (Faculdade de Enfermagem da UERJ)
– Rede de Direitos Humanos e Saúde da Baixada
– Rede de Educação Popular em Saúde
– Rede Nacional de Religiões Afrobrasileiras e Saúde
– RNP+ Carioca
– Sindicato dos Servidores de Ciência, Tecnologia, Produção e Inovação em Saúde Pública (Asfoc-SN)

Comments

comments

Deixe uma resposta