Saúde, desenvolvimento social e SUS pautaram os debates no 1° Seminário Preparatório para o ABRASCÃO


O primeiro seminário preparatório para o Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva (ABRASCÃO 2012), que teve como tema “O Brasil no século XXI”, foi realizado no dia 06 de junho, no Colégio Brasileiro de Altos Estudos da Universidade Federal do Rio de Janeiro. A mesa de abertura contou com a presença de Lígia Bahia (vice-presidente da ABRASCO e coordenadora da Comissão Científica do Congresso) e de Ana Costa (Presidenta do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde – Cebes). Durante sua fala Lígia Bahia ressaltou a importância desse ciclo de quatros seminários para fortalecimento dos debates sobre questões e propostas para o desenvolvimento econômico e social na saúde do país. Ana Costa, por sua vez, enfatizou que “os seminários serão importantíssimos para que possamos repautar temas como a relação entre o público e o privado”. Também esteve presente no evento representando a diretoria da Associação o vice-presidente Luis Eugenio Portela.

O evento contou com a presença do sociólogo e pesquisador da PUC, Luiz Werneck Viana, que discorreu sobre o tema “Rupturas e permanências no padrão de desenvolvimento social”. Em sua intervenção Werneck refletiu sobre as transformações sociais ao longo dos acontecimentos políticos no país e as consequências dessas transformações no mundo de hoje, os interesses no desenvolvimento nacional, questões agrárias e o surgimento do SUS. Para Werneck o “Desenvolvimento, nessa chave, é dar livre expressão às forças desenvolvimentistas materiais, renegando a sociedade como futura resolução dos problemas sociais, como se a modernização fosse capaz por si só de induzir o moderno, o social e a política. Sou crítico em relação a isto, esse desenvolvimento não deveria nas portas do mundo agrário. As lutas pela autonomia popular deveriam ser incorporadas”.

Na parte da tarde, os debates foram conduzidos pelos pesquisadores Gastão Wagner (Professor Titular do departamento de Medicina Preventiva e Social da UNICAMP) e Aloísio Teixeira (ex-reitor da UFRJ) que debateram sobre o tema “Os padrões de desenvolvimento social e as políticas de saúde”.

Comments

comments

Deixe uma resposta