Rosana Onocko fala sobre os preparativos do Abrascão e do futuro do SUS no debate da transição

Rosana Onocko-Campos, no Pré-Abrascão 2022 – Fotos: Heder Novaes/Abrasco

Às vésperas da abertura do 13º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva – Abrascão 2022 – a presidente da Associação, Rosana Onocko-Campos, fala a veículos parceiros sobre a importância do maior evento de Saúde Pública/Coletiva do ano, após um intervalo de 4 anos por conta da pandemia de Covid-19, uma pandemia que ainda não acabou.

Ao portal Outra Saúde, Rosana explicou o que mobilizou o tema do evento. “Quando decidimos retomar o lema da 8ª Conferência Nacional de Saúde [que ocorreu em 1986 e deu as bases para a construção do SUS], “Saúde e Democracia”, estávamos em um momento muito difícil: não sabíamos se chegaríamos ou não às eleições. Decidimos também acrescentar ao título as palavras “equidade, diversidade e justiça social”, que remetem aos nossos problemas contemporâneos.” Leia a matéria na íntegra.

As questões contemporâneas da Saúde no cenário político também estão presentes na entrevista da presidente da Abrasco ao Observatório de Análise Política em Saúde. “Espero que continuemos empurrando o cenário político para o lado do fortalecimento do SUS público, de qualidade, capaz de cumprir com os preceitos constitucionais”. Leia a matéria na íntegra.

Comments

comments

Deixe um comentário