Política de preços do Abrascão 2018 – Fortalecer a Abrasco é fortalecer o SUS e a Saúde Coletiva

O bloco está na rua e o 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva – Abrascão 2018 – já está a todo o vapor. As comissões científica e local seguem suas agendas de trabalho, na preparação de um evento que congregue qualidade científica, representatividade social e política e espaço de encontro e pensamento, com cultura, afeto e alegria.

Para isso, o ingrediente principal são os participantes e suas produções acadêmicas. Recebemos e queremos continuar a receber em nossos congressos, pesquisadores, docentes e estudantes de diferentes partes do país, das mais variadas origens, cores, credos, identidades e orientações. Essa diversidade é a marca dos encontros da Abrasco e está refletida na logomarca do Congresso, ofertada gentilmente e gratuitamente pela equipe Multimeios do ICICT/Fiocruz.

A crise econômica e a política de austeridade aplicada no país têm atingido fortemente a sociedade e, em especial o setor Saúde. A independência política da Abrasco e seus posicionamentos em prol do Sistema Único de Saúde (SUS), das políticas universais e contra o desmonte da universidade pública e da Ciência e Tecnologia são fundamentais e inegociáveis, porém, motivam boicotes e retaliações. Desde 2015, os financiamentos, repasses e editais públicos vêm minguando – não apenas para a Abrasco, mas para o conjunto dos programas de pós-graduação e instituições de ensino e pesquisa. Além disso, acompanhamos e nos posicionamos sobre a situação falimentar em que se encontra o estado do Rio de Janeiro, que não paga os salários de seus servidores, incluindo os que atuam na Uerj, na Uenf e na Uezo.

Ciente desse quadro, a Comissão Organizadora do Abrascão 2018 tomou diversas decisões para valorizar a presença de todas e todos congressistas. A primeira foi manter boa parte dos mesmos valores dos aplicados na tabela de inscrições do Abrascão 2015, realizado em Goiânia. Alguns, inclusive, abaixo, e nas quatro faixas de pagamento.

Outra medida foi a criação de uma nova categoria, a de graduandos em Saúde Coletiva, com valores ainda mais baixos tanto de anuidade como de inscrição, pelo entendimento de que o fortalecimento desta graduação é uma das lutas centrais da Abrasco e que a participação desses estudantes é fundamental para a renovação do movimento sanitário.

É importante também destacar a singularidade da Associação e de seus encontros. Mais do que eventos científicos e acadêmicos, os congressos da Abrasco são espaços para seus associados se encontrarem e fortalecerem a luta pela efetivação de um projeto: o Sistema Único de Saúde, o SUS. Fortalecer a Abrasco é fortalecer a luta pelo SUS, sua dimensão formativa, social, inclusiva, cidadã. Além de se somar a esta luta, ser associado Abrasco proporciona acessar valores promocionais em todos os eventos dentro da vigência da anuidade, contada a partir da data do pagamento, e descontos de 15% em todo o catálogo oferecido pela Abrasco Livros, num acervo de aproximadamente 9 mil títulos.

Convidamos você a fazer as contas: A inscrição para estudante de pós-graduação não-associado é de, na primeira faixa, R$350. Se esse/essa mesmo/mesma estudante associar-se, pagará R$ 150 da anuidade mais R$150 da inscrição, totalizando R$ 300 – economia de R$ 50. O mesmo acontece na categoria profissional. A inscrição para profissional não-associado é de, na primeira faixa, R$400. Se esse/essa mesmo/mesma profissional associar-se, pagará R$ 200 da anuidade mais R$180 da inscrição, totalizando R$ 380 – economia de R$ 20. O mesmo cálculo é aplicável para as demais categorias nas demais faixas.

É importante ressaltar que a realização da inscrição e a submissão de trabalhos são etapas independentes. Logo, é possível garantir a inscrição pagando o preço mais baixo, aproveitando a primeira faixa de pagamento até 20 de dezembro, e submeter o trabalho dentro do prazo oficial, em 21 de fevereiro de 2018.

Há também a preocupação – válida – com o comprometimento orçamentário em um trabalho que pode não ser aprovado e em um evento futuro. Em média, 70% dos trabalhos submetidos são aprovados. Quem não tiver o trabalho aprovado pode recuperar 80% do valor pago solicitando reembolso em até 30 (trinta) dias após a comunicação do resultado. Inscritos que venham a ter problemas de saúde também podem ter 80% do valor da inscrição retornado, desde que comprovada a eventualidade.

Relembramos também que diversos outros congressos similares aos da Abrasco praticam preços ainda mais elevados, sem considerar faixas para graduados, e muitas vezes com tabelas de preço orçada em moeda estrangeira.

Como frisado recorrentemente pelo presidente Gastão Wagner, ser associado e associada Abrasco é apoiar a Saúde Coletiva como área de conhecimento, mas também compartilhar dos princípios da saúde como processo social, da participação como radicalização democrática e da ampliação dos direitos dos cidadãos. “Firmamos o nosso compromisso com a Saúde Coletiva e contamos com o seu engajamento para fortalecer a sustentabilidade financeira, garantir autonomia política e científica e prosseguir com as lutas pela plena realização da reforma sanitária e pela radicalização da democracia em nosso país”. Por isso, esperamos você no Abrascão 2018 e junto conosco nesta caminhada rumo ao fortalecimento do SUS e da saúde brasileira #SomosAbrasco #AbrascoMaisForte

Comments

comments