IdeiaSUS: como promover melhorias no sistema de saúde?

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Sistema Único de Saúde (SUS) é a maior rede de atendimento primário do mundo, atendendo mais de 190 milhões de pessoas. Mas, como trazer melhorias para um sistema que atende um país de dimensões continentais? Esse foi o tema da oficina: “Rodas de Práticas e Soluções em Saúde e Ambiente” que ocorreu na terça-feira, 24 de julho, no Pré-Congresso do Abrascão 2018, na UERJ.

Foram apresentados doze trabalhos de diferentes municípios do estado do Rio de Janeiro que mostram diversas práticas que visam melhorias no SUS. Seja na organização, no acompanhamento constante do paciente em tratamento ou em formas mais humanizadas de atendimento, foi criado um espaço para que essas ideias sejam compartilhadas para melhorar o sistema público de saúde.

Para Valcler Rangel, coordenador do IdeiasSUS, essa é uma oportunidade para pessoas de várias regiões adquiriram conhecimento: “Essa roda de conversa tem uma importância grande porque é o momento de você, olho no olho, trocar informações. Nosso objetivo é reunir diferentes regiões, já que, juntas, são elas que compõem algo maior, que é o SUS”.

Além disso, ele aponta a importância do evento ser realizado no congresso da Abrasco. “Nós fizemos essa roda de conversa em outros ambientes, mas fazer isso no pré-Abrascão traz para essa pauta a prática local como uma tecnologia, uma inovação dentro de um espaço acadêmico”.

O IdeiaSUS é uma iniciativa da cooperação técnica entre a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS). Nele, é possível cadastrar uma prática ou consultar as que estão no banco gratuitamente. Mais informações em http://www.ideiasus.fiocruz.br/portal/

Lucas Soares é estudante da Uerj e participou do projeto de cobertura colaborativa para o Abrascão 2018, sob a supervisão de Vilma Reis, Bruno C. Dias e Hara Flaeschen

Comments

comments

Deixe uma resposta