Ação global e determinantes sociais de saúde são temas de conferência do 8º Abrascão


As desigualdades existentes no setor de saúde entre indivíduos e grupos sociais de uma região, estado, país ou de países diferentes foram o foco da conferência de abertura do 8º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. Para falar do tema foi convidado o diretor da Comissão sobre Determinantes Sociais da Saúde da Organização Mundial de Saúde (OMS), Michael Marmot, que contou com a companhia de Dora Chor, pesquisadora da Fiocruz e coordenadora do painel.

Marmot mostrou em sua explanação o resultado de um recente estudo sobre as principais causas de mortalidade entre adultos de 15 a 60 anos e também a relação entre expectativa de vida e o Produto Interno Bruto (PIB). A afirmativa é de que o PIB alto não assegura maior expectativa de vida. Segundo o representante da OMS, empoderamento e qualidade de vida são caminhos para maior expectativa de vida.

Apresentação em PDF
Apresentação em Power Point

Comments

comments

Deixe uma resposta