Abrascão 2022 organiza os Cafés Intergeracionais

Atualização: vagas esgotadas

Na formação acadêmica, desejamos conhecer melhor as históras e trajetórias das nossas referências e nada melhor do que o espaço de um congresso para isso. Para esta edição do 13º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva – Abrascão 2022 essa oportunidade está garantida para estudantes de graduação e pós-graduação inscritos no Congresso de uma maneira muito agradável e saborosa: um café da manhã compartilhado entre estudantes e abrasquianos de destaque nos campos do ensino e pesquisa.

Em sintonia com a organização do segmento Abrasco Jovem e o conjunto da organização do Congresso, os Cafés Intergeracionais são iniciativa do eixo 10 do Abrascão 2022.

Para Liliana Santos, professora da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e integrante da Comissão Organizadora do Congresso, a atividade visa fortalecer os laços da Saúde Coletiva. “Nosso convite é para que jovens e experientes integrantes da Abrasco troquem ideias, perspectivas, abordagens e sonhos. Além de fortalecer a Saúde Coletiva, revisitaremos nossos propósitos e contribuiremos para a produção da vida em um mundo mais plural, diverso, democrático, inclusivo e amoroso.”, afirma. 

O café já está quente e a prosa garantida! Veja como participar:
Acesse pela sua área restrita no site do Congresso na aba Cursos/Oficinas e Cafés. Desça a página e escolha a sua atividade.

Atenção: só poderá ser escolhido 1 (um) dos cafés por estudante. Todos os Cafés têm vagas limitadas. As inscrições estarão abertas a partir de terça-feira, dia 25, às 9 horas – e serão encerradas assim que finalizarem as vagas.

A participação nos Cafés Intergeracionais é condicionada à inscrição no Congresso. Caso ainda não tenha se inscrito no Congresso, clique aqui. Últimos dias!

Café Integeracional Abrascão 2022
Às 8h30 – Restaurante

Terça-feira, dia 22/11

Café n.1. Relações saúde, ambiente e sociedade
Guilherme Werneck/ UERJ
Tatiana Engel Gerhardt/ UFRGS

Café n.2. Sistema Único de Saúde: desafios persistentes e perspectivas
Carmen Teixeira/ UFBA
Helena M S Leal David/ UERJ

Café n.3. Cidadania: fragilidades e potências da participação social
Silvia Gershman/ ENSP 

Quarta-feira, dia 23/11

Café n.4. Saúde Coletiva em um mundo globalizado, o diálogo Sul-Sul e a Agenda 2030
Deisy Ventura /FSP-USP

Café n.5. Formação e trabalho na Saúde Coletiva: desafios contemporâneos
Sabado Nicolau Girardi/UFMG

Café n.6. Comunicação, Ciência e Saúde: diálogos sobre novos cenários e desafios para a Saúde Coletiva
Inesita Soares de Araújo/ ICICT-Fiocruz

Quinta-feira, dia 24/11

Café n.7. Diálogo entre as três subáreas da Saúde Coletiva: a especificidade e o comum
Rosana Onock-Campos Presidente da ABRASCO/UNICAMP
Ligia kerr/UFC
Suely Deslandes/ENSP 

Café n.8. Interseccionalidades, lutas sociais e direitos humanos na saúde
Monica Nunes de Torrenté/ UFBA
Luis Eduardo Batista /Instituto de Saúde SES-SP

Café n.9. Novos aportes na relação Epidemiologia e Saúde Coletiva: a questão da desigualdade social
Antonio Augusto Moura da Silva/ UFMA
Estela Aquino / UFBA

Comments

comments

Deixe um comentário