As pinceladas de música, cores e sabores do 3º Congresso de Política

Este slideshow necessita de JavaScript.

A programação cultural da terceira edição do Congresso de Política começou nas seis vozes do irreverente grupo Acorde, onde o erudito e o popular são interpretados por seis vozes masculinas que ainda dançam e encenam. Os seis tenores, baixos e barítonos cantaram juntos versões bem versáteis de “Vá pra a Cadeia” e “Senhor Delegado”, do compositor potiguar Carlos Alexandre, falecido em 1989.

Durante os intervalos da programação científica, os congressistas puderam assistir às apresentações do Quarteto de Saxofones; do Grupo de Dança da UFRN e do Café Quarteto. Houve ainda a música engajada do grupo Dó – Ré – Médio, composto por quatro músicos leva música aos hospitais e demais unidades assistenciais de Natal. De São Gonçalo do Amarante veio o Grupo Folclórico Pastoril Dona Joaquina.

O responsável por toda esta diversidade cultural durante o Congresso, professor Oswaldo Negrão, cirurgião-dentista, do departamento de Saúde da UFRN, dono de uma voz aveludada,  embalou a solenidade de abertura. Oswaldo, além de integrante do grupo Acorde, coordenou a comissão local da programação cultural.

Confira a entrevista que a TV Abrasco realizou com o professor.

 

Comments

comments

Deixe uma resposta