Painel “A luta em defesa da Reforma Sanitária e da consolidação do SUS no contexto de desmonte do Estado de Bem-Estar Social” abre oficialmente o 3º CBPPGS, em Natal

De 1º a 4 de maio, o Centro de Convenções de Natal vai ser o cenário do 3º Congresso Brasileiro de Política, Planejamento e Gestão em Saúde da Abrasco. Mesmo que a solenidade de abertura só aconteça no dia 2, a partir das 19h, com o painel “A luta em defesa da Reforma Sanitária e da consolidação do SUS no contexto de desmonte do Estado de Bem-Estar Social”, o evento já apresenta intensa atividade.

Oficinas, reuniões de grupos temáticos, apresentação de painéis, comunicações coordenadas e debates marcam as atividades. No painel de abertura, Cipriano Maia (presidente do Congresso) vai coordenar os trabalhos com os debatedores Gastão Wagner (presidente da Abrasco), Jairnilson Paim (ISC-UFBA) e Cornelis Johannes van Stralen (CEBES).

Segundo Cipriano Maia, a programação do Congresso foi desenvolvida sob a perspectiva da intensidade de participação que a conjuntura atual exige, na qual diversas ocasiões de encontro e de interação serão oferecidas a todos presentes nas sessões temáticas e fóruns de debate. Por isso, no dia 2 de maio, a programação já começa com apresentação de comunicação coordenada e pôsteres com base nos eixos temáticos do evento. Cinco mesas redondas marcam a agenda de atividades da manhã, que vão debater desde “gerencialismo”, “políticas de atenção hospitalar”, “estudos sobre a história da Saúde Coletiva”, “desigualdades territoriais e planejamento regional” a “mensuração da qualidade e incentivos na atenção básica”.

À tarde, a partir das 14h, as mesas se concentrarão em diversos temas: Democracia e judicialização das políticas: (des) construindo iniquidades?; Desafios da Educação Profissional Técnica de Nível Médio para o SUS; Inovações na gestão Pública em Saúde: trajetórias e perspectivas; Regulação e Redes de Atenção na garantia do Cuidado Integral; Uso das TICS na Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde; Reforma Psiquiátrica e a Utopia Possível; e A Política de Atenção Básica que Queremos.

Às 17h, Leny Trad, do Instituto de Saúde Coletiva da UFBA, vai coordenar o debate “Estado e Sociedade na construção da Cidadania no Brasil”, com os debatedores Juarez Guimarães (UFMG) e José Maurício Domingues (UERJ).

Comments

comments