Estado, sociedade e cidadania em debate no 3º Congresso Brasileiro de Política, Planejamento e Gestão em Saúde

Este slideshow necessita de JavaScript.

Por quais (des)caminhos as relações entre o Estado e a sociedade têm tomado na construção da cidadania do povo brasileiro e para expressão dos seus direitos? Este tema candente nos dias atuais estará no centro das discussões do Debate “Estado e Sociedade na construção da Cidadania no Brasil”, uma das sessões centrais do segundo dia (02/05) do III Congresso Brasileiro de Política, Planejamento e Gestão em Saúde, que será realizado entre 1º e 04 de maio, em Natal (RN). Na mesa, dois pesquisadores convidados de fora do campo da Saúde Coletiva trarão suas contribuições para pensar eixos e relações. São eles Juarez Guimarães, professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e José Maurício Domingues, professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). A mediação estará a cargo de Leny Trad, professora do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia (ISC/UFBA) e conselheira da Abrasco.

Confira aqui a programação completa atualizada do Congresso

Com graduação em Economia (UFMG, 1976), mestrado e doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp, 1990 e 1997, respectivamente) e pós-doutorado em Filosofia pela Universidade Estadual de São Paulo (2013), Juarez Guimarães tem se destacado nos debates sobre as formas da representação política e pública de grupos quilombolas, sobre liberdade de expressão e regulação das empresas de comunicação e outros meandros da construção da sociedade brasileira. Parceiro da Abrasco, esteve nos debates pré-congressuais do II Congresso Brasileiro de Política, Planejamento e Gestão em Saúde, quando fez a comunicação “O SUS é o epicentro da consciência Republicana no Brasil” na mesa redonda “Impasses e Perspectivas da Construção do SUS no Momento Atual” nas sessões preparatórias da edição de 2013. Atualmente, Juarez é professor associado do Departamento de Ciência Política da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, da UFMG.

“O entendimento mais profundo e histórico  do  atual curso de destruição da cidadania no Brasil exige um trabalho conceitual a partir da filosofia política, uma compreensão das mudanças na cultura contemporânea no interior da tradição liberal e um trabalho programático de reelaboração das relações entre classes sociais e cidadania, entre a esquerda e a democracia, entre a cultura do marxismo e o republicanismo. Neste trabalho conceitual, de leitura da cultura da época e de programatização anti-capitalista da cidadania avultará o tema do impasse e do futuro do SUS”, sintetiza Guimarães.

Já José Maurício Domingues possui graduação em História (PUC-Rio, 1985) e mestrado e doutorado em Sociologia (IUPERJ-UCAM, 1989; e London School of Economics and Political Science, 1993). Com passagens em instituições nacionais e internacionais de ensino e pesquisa (do IFCS/UFRJ; PUC Rio; ICHF/UFF;  Colegio de México;Universidade Livre de Berlim; Universidade Humbolt,  Universidade de Buenos Aires; CLACSO; Cambridge University, entre outras), Domingues tem centrado seus estudos nas transformações operadas na modernidade contemporânea e os efeitos que tais mudanças causam no Estado e na sociedade brasileiros, lançando também olhares comparativos para estes processos no cenário latino-americano. Atualmente, é professor do IESP-UERJ, para onde migrou o conjunto de professores do antigo IUPERJ. É pesquisador associado ao Centro de Estudos Estratégicos da Fundação Oswaldo Cruz (CEE/Fiocruz), do qual participou do debate de lançamento “O Brasil de 2015: um momento entre dois ciclos?”, conjuntamente com Fabiano Santos e Antonio Ivo de Carvalho.

“Vou falar sobre o ciclo democratizante que o Brasil viveu de meados dos anos 1970 a meados dos 2000 e como ele se esgotou, o que explica a crise atual. Vou conectar a questão da cidadania a isso e ao ciclo vindouro”, destacou Domingues sobre sua participação.

Confira abaixo os registros em vídeo dos debatedores:

 

Comments

comments

Deixe uma resposta