Resultado dos trabalhos ao EPI 2021 mostra a vitalidade da epidemiologia brasileira

Já estão disponíveis os resultados da submissão de trabalhos ao 11º Congresso Brasileiro de Epidemiologia – EPI 2021, que acontecerá entre 22 e 26 de novembro, em plataforma virtual. Acesse sua área restrita no site epi.org.br com login e senha e confira a situação do seu resumo.

Foram submetidos 4.419 trabalhos, entre relatos de experiência e de pesquisa. Do total, foram aprovados 3.872 resumos, sendo 3.512 pôsteres eletrônicos, em exibição permanente durante todo o evento, de maneira assíncrona, e 360 comunicações coordenadas, a serem apresentadas em sessões síncronas.

“Do universo de trabalhos recebidos, aprovamos quase 90% para apresentação no EPI 2021. Essa grande quantidade de estudos, somada à qualidade apresentada, mostra a vitalidade da epidemiologia brasileira. Expressa também a vontade inabalável de nossa comunidade científica em contribuir com a sociedade brasileira na discussão de nosso cenário sanitário atual e os passos futuros. Estamos unidos e determinados em avançar no que o lema do congresso nos traz: epidemiologia, democracia, saúde e equidade”, diz Antonio Boing, presidente da Comissão Científica do congresso, que agradece em nome das comissões do evento e da Abrasco as contribuições de docentes, pesquisadores, estudantes e profissionais dos serviços de saúde em meio às dificuldades impostas pela pandemia de Covid-19.

Não perca os prazos ! Conforme anunciado nas normas de submissão dos resumos, autoras e autores responsáveis pela apresentação dos trabalhos aprovados precisam efetuar, até 15 de setembro, o pagamento da taxa de inscrição no EPI 2021. Segundo Thiago Barreto, secretário executivo da Abrasco, “a inscrição antecipada é fundamental para a Comissão Organizadora ter tempo de providenciar uma série de medidas necessárias a um evento bem organizado e que valorize as apresentações dos trabalhos recebidos”.

O segundo lote de inscrições vence em 31 de agosto. Acesse o site do evento e garanta sua presença.

Associados à Abrasco pagam valores reduzidos. Estudantes, profissionais de saúde, docentes e pesquisadores podem se associar e contribuir para o fortalecimento da Saúde Coletiva.

Comments

comments

Deixe uma resposta