No ar, a página oficial do X Congresso Brasileiro de Epidemiologia

É com muita satisfação que a Comissão de Epidemiologia da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO) anuncia a realização do X Congresso Brasileiro de Epidemiologia. O evento acontecerá entre 7 e 11 de outubro de 2017 em Florianópolis, Santa Catarina. A página oficial do evento já está aberta para submissões, além de conter as informações centrais para a preparação e programação dos congressistas. O prazo final para envio de trabalhos é 30 de março de 2017.

O tema do encontro será “Epidemiologia em defesa do SUS: formação, pesquisa e intervenção”. Na carta de boas vindas, Antonio Fernando Boing, professor do Departamento de Saúde Pública da Universidade Federal de Santa Catarina (DSP/UFSC) e presidente do X Congresso Brasileiro de Epidemiologia, argumenta sobre a centralidade do SUS no temário do evento. “Uma das principais conquistas sociais e construções coletivas da sociedade brasileira e com inegável impacto positivo na saúde dos brasileiros, o Sistema Único de Saúde passa por importantes desafios. Por um lado, no campo político o sistema tem sua própria existência ameaçada. Por outro, há a complexa situação sanitária do país diante de doenças emergentes, reemergentes, envelhecimento, violência e condições crônicas. Em comum, esses desafios exigem a produção de conhecimento científico qualificado para seus enfrentamentos.”

Tal perspectiva busca também reforçar os vínculos da epidemiologia com as necessidades dos serviços de saúde, com os sentidos da Saúde Coletiva e com as demandas da população, fazendo do X Congresso Brasileiro de Epidemiologia um espaço formativo e de ação em prol dos princípios que consolidam o SUS, como a universalidade, a integralidade, e a equidade.

O tema central do Congresso se desdobra em seis eixos: Desafios e avanços teóricos e metodológicos; Avaliação e intervenção em saúde coletiva; Ações e inovações em vigilância em saúde; Ampliando o conhecimento, políticas e práticas; Sustentabilidade e integridade em pesquisa, e Formação em epidemiologia. Os eixos são considerados transversais aos 26 temas que tentam abarcar a diversidade de assuntos e abordagens caros à Epidemiologia. Confira aqui as orientações para submissão dos trabalhos e comece a organizar os originais. Nos vemos em Florianópolis.

Comments

comments