Comissão Científica seleciona trabalhos para o Epivix


Em três dias de trabalho intenso, a Comissão Científica do 9º Congresso Brasileiro de Epidemiologia – Epivix – definiu os trabalhos que serão apresentados nas sessões de Comunicação Coordenada no maior fórum da área. Os e-mails de aceite já foram enviados e em poucos dias a programação final do evento estará disponível.

O encontro aconteceu entre os dias 14 e 16 de maio, em Vitória. Dos 2.952 resumos submetidos, 2303 foram aceitos e 649 recusados, resultando numa taxa de recusa de 22%, média próxima aos congressos anteriores. “A qualidade dos trabalhos apresentados foi muito boa, o que nos trouxe certa dificuldade para selecionar os indicados para apresentação oral e para pôster”, conta Ethel Leonor Noia Maciel, presidente do Epivix. Clique no quadro abaixo para ver o mapa final da avaliação de trabalhos.


mapa_trabalhos_Epivix

Entre as áreas com maior número de trabalhos apresentados e selecionados destacam-se estudos em Epidemiologia nutricional e Epidemiologia de grupos populacionais, com estudos de coorte de idosos, adolescentes e populações negligenciadas. “No entanto, todas as áreas foram contempladas com pôsteres e apresentações orais, abrangendo desde métodos epidemiológicos mais simples como outros mais complexos, como análise de regressão e epigenética”, destaca José Cássio de Moraes, presidente da Comissão de Epidemiologia da Abrasco e da Comissão Organizadora Nacional do evento. “É objetivo do congresso dar vazão e visibilidade a essa qualidade e diversidade da Epidemiologia brasileira”, completa.

Abrasco Jovem: Pela primeira vez no congresso de epidemiologia haverá sessões específicas para a categoria Abrasco Jovem, dedicada à apresentação de trabalhos de alunos da Graduação e Pós-Graduação inscritos nesta categoria. “Diferentemente do Abrascão, essas sessões serão organizadas dentro do mesmo horário das demais comunicações coordenadas”, explica a professora Ethel. Ao todo, serão 234 pôsteres e 17 comunicações coordenadas nessa categoria.

Programação: Junto com a avaliação dos resumos, os últimos detalhes da programação foram acertados. Ao todo, serão 23 convidados internacionais, representantes do topo da produção científica nas áreas de Tuberculose, Alimentação e Nutrição, Epistemologia da Ciência, Epigenética, entre outras. Há também um grande número de reconhecidos pesquisadores nacionais, com representações de todas as regiões do país. “Pela primeira vez, estarão presentes dois dos principais nomes da International Epidemiological Association (IEA), o presidente mundial da Associação, professor Cesar Victora, e a representante da América Latina, professora Rita Barradas, uma demonstração do prestígio internacional da nossa produção científica”. Victora fará a Conferência de Abertura do Congresso, abordando saúde infantil, em 07 de setembro, e Rita fará a conferência Epidemiologia no Brasil: Novas Perspectivas, no dia 10. Confira seu aceite e confirme sua inscrição no site do congresso. Até Vitória.

Comments

comments