Projeto Memória vai reunir com imagens e entrevistas a história das Ciências Sociais e Humanas em Saúde


25 de setembro de 2013 – Por Flaviano Quaresma


Documentos, fotografias, vídeos, entrevistas, literatura. Em sintonia direta com o VI Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde, que ocorrerá em novembro, na UERJ, no Rio, o Projeto Memória vai reunir vasta produção na programação do evento. Como explica Roseni Pinheiro, vice-presidente da comissão nacional, o Projeto Memória tem o objetivo de dialogar com todas as atividades do congresso. “Além do estudo documental, que vai resgatar a memória de todas as edições do CBCSHS, teremos atividades culturais e artísticas, entrevistas, acervos fotográficos”, revela Roseni.


O resgate da memória dos eventos é uma inovação, já que as informações estão desorganizadas e em lugares separados. Três frentes principais fazem parte do Projeto Memória: as entrevistas, as imagens dos eventos e os documentos. Esse acervo fará parte da “linha do tempo”, que vai contar uma história cronológica da área. Somada à linha tempo há a parte literária. As “pílulas audiovisuais”, entrevista de no máximo 2 minutos, já estão sendo produzidas. Ana Maria Canesqui, Sandra Caponi, Leny Trad, Madel Luz e Nelson Felice Barros já foram entrevistados. Entretanto, outros nomes já estão cotados como os de Regina Marsiglia e Paulette Goldenberg.


De acordo com Martinho Silva [na foto à direita], um dos responsáveis pela organização do acervo do Projeto Memória, são aproximadamente 20 anos de história que serão apresentadas ao público do VI Congresso. “Muito material já existe, só queremos organizar e criar um acervo rico e cronológico. Outro ponto importante é reunir 20 anos até o momento ganhando materialidade, vida. Essa é a proposta principal das entrevistas, da união e organização das fotografias produzidas durante todo esse tempo”, disse.

Comments

comments