O 8º CBCSHS e João Pessoa aguardam você

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fundada às margens do rio Sanhauá e tendo passado por diferentes nomes desde o século XV, João Pessoa é a sede do 8º Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde – 8º CBCSHS. Já é hora de conferir informações sobre clima e temperatura; preparar a mala e checar as rotas e deslocamentos. Acompanhe abaixo um resumo do que é indispensável saber para melhor organizar sua participação no evento e se orientar na cidade, carinhosamente chamada de Jampa.

Checando clima e temperatura para arrumar as malas: O fato desta capital paraibana ser a cidade do Brasil e das Américas que recebe os primeiros raios do Sol a cada manhã garante à João Pessoa um clima de tropical úmido, com índices relativamente elevados de umidade do ar e temperaturas médias anuais entre 27 °C e 30°C, com picos próximos ao meio dia. Tais condições são convidativas para montar uma mala com roupas leves e produtos que auxiliem o bem estar, como hidratantes, filtro e protetor solar, sombrinhas e chapéus. Estar hidratado (a) é fundamental, e o (a) congressista deve levar sua própria garrafa d’água e/ou bolsa e mochila leve para os deslocamentos dentro do campus. Esses itens não constarão do kit do congressista. Apesar de ser um mês seco, os últimos dias de setembro registraram chuvas passageiras, então, os mais precavidos (as) devem levar guarda-chuva e/ou capas.

Acessos, deslocamentos e rotas: O Aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto (JPA, no Código IATA) fica a 13 Km do Centro e o tempo de deslocamento é cerca de 20 minutos. Em horários de pico no trânsito, convém estimar-se cerca de 40 minutos do deslocamento do Centro e das praias até o Aeroporto.

No desembarque do Aeroporto há opções de táxi, ônibus urbano e carros por aplicativo. A bandeira de táxi custa R$ 4,50. Há também a linha de ônibus urbano “Aeroporto/Alto da Boa Vista”. O embarque deve ser feito do lado direito na saída do terminal de passageiros e o veículo passa por três pontos importantes: Rodoviária, Terminal de Integração e Centro. O tempo de intervalo oficial é de meia hora, das 5h às 23 horas. No entanto, muitas vezes o transporte demora além do esperado.

Quem optou por desembarcar nos aeroportos das capitais vizinhas deve ficar atento. Tanto para quem sai de Natal quanto de Recife, o caminho escolhido deve ser a BR-101. De Recife à João Pessoa o tempo médio de viagem é entre 1h30 a 2h. Já de Natal à capital paraibana, cerca de 2h a 2h15. As conexões terrestres interestaduais desembarcam na Rodoviária Severino Camelo, localizada no bairro do Varadouro De lá, há conexão para o Terminal de Integração, que liga todos os bairros da cidade e região metropolitana.A passagem de ônibus municipal custa R$ 3,95

Onde ficar: A ocupação da orla marítima é relativamente recente em João Pessoa, e a área das praias, em especial a Praia de Tambaú, concentra a maioria de hotéis, albergues e casas/apartamentos para pouso. A distância da orla para o campus da Universidade é cerca de 6 km. Ao final da Praia do Cabo Branco está localizada a Ponta do Seixas, o ponto mais oriental das Américas, o que faz a cidade ser conhecida como a “Porta do Sol”.

Apesar de ser uma área turística, há menos opções de hospedagem no Centro Histórico, com distância de 5 km do campus. Igrejas e demais prédios históricos tombados podem ser apreciados na Rua das Trincheiras e também nas proximidades da Rua Odon Bezerra, no bairro de Tambiá.

Sobre o campus da UFPB: Instalado no bairro Jardim Cidade Universitária (antigo Castelo Branco), a Universidade Federal da Paraíba conta com 16 centros de ensino, sendo treze no campus da capital. Conheça o espaço e acesse o mapa em alta resolução.

Nesta edição, tanto o pré-congresso como o congresso serão realizados dentro do mesmo campus. No entanto, cada momento ocupará um determinado espaço. O pré-congresso, que acontecerá durante toda a quinta-feira, 26 de setembro e parte da sexta, 27, se concentrará nas salas do CCS – Centro de Ciências da Saúde e do CCM – Centro de Ciências Médicas (números 10 e 11 do mapa). Para acessar esses espaços, é indicado entrar no campus pelo Acesso 4. Entretanto alguns cursos e oficinas acontecerão em outros espaços – não deixe de conferir a programação do pré-evento.

Já o congresso propriamente dito começa na tarde do dia 27, com a cerimônia de abertura e a comemoração dos 40 anos da Abrasco. Ambas atividades irão acontecer na Tenda Palmira Lopes (números 1 e 2 do mapa),  montada especialmente pela Abrasco para abrigar os momentos mais importantes do encontro. Nos três dias seguintes haverá programação científica e cultural também no CCHLA – Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes; CE – Centro de Educação; CCSA – Centro de Ciências Sociais Aplicadas e CA – Central de Aulas (números 3,4,5 e 6 do mapa), além do CCEN – Centro de Ciências Exatas e da Natureza; Reitoria, CCS e CCM. Os acessos sugeridos são o 1 e 2. Confira também o mapa e as listagens com os pontos de alimentação dentro e no entorno do campus. Aproveite e saiba mais sobre o ato “Primavera de luta pela Paz: um ato político, científico e cultural”, a ser realizado no sábado, 28 de setembro, a partir das 16 horas, na Praça da Paz.

Comments

comments

Deixe uma resposta