Fórum de Coordenadores de Pós-graduação em Saúde Coletiva renova coordenação

Em reunião virtual na última quinta-feira (26/11), o Fórum de Coordenadores de Pós-graduação em Saúde Coletiva se despediu de Sérgio Peixoto, professor da UFMG e pesquisador da Fiocruz/Minas, que fazia parte do trio coordenador desde 2017. O novo representante do Fórum é Nelson Filice, professor da Unicamp, que, até 2023, compõe a gestão juntamente com Ricardo Mattos (2018 – 2021) e Anya Vieira (2019 – 2022).

Sérgio Peixoto deixou o cargo em meio a muitas manifestações de reconhecimento e gratidão. Ricardo Mattos (UERJ) e Anya Vieira (Fiocruz) agradeceram publicamente ao colega: “Foi um grande aprendizado, esse tempo de trabalho juntos. Aprendemos muito enquanto coordenadores e pessoas, pela forma como Sérgio nos conduziu e acolheu”.

Nelson Filice, professor da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, foi eleito por unanimidade, e afirmou que está disposto a aprender e a somar na condução do Fórum: “Agradeço ao apoio, e vamos trabalhar, juntos. Nossa luta, agora, é pela sobrevivência dos programas de Pós-graduação”.

Revisão da Taxonomia do CNPq

Além da nova coordenação, a reunião discutiu outros pontos importantes: Gulnar Azevedo e Silva, presidente da Abrasco, apresentou a proposta de mudanças na área de Saúde Coletiva, diante da Revisão da Taxonomia do CNPq. Isto é porque subáreas existentes no âmbito institucional – como “saúde pública” e “medicina preventiva” são ultrapassadas, e podem ser contempladas pela área “Saúde Coletiva”.

O grupo referendou o posicionamento proposto pela Abrasco, e aprovou que a revisão da taxonomia deve “restringir o número de subáreas ao mínimo indispensável, tendo em vista que a excessiva pulverização leva a uma indesejável fragmentação do campo”. A ideia é que a grande área continue Ciências da Saúde, que a área seja Saúde Coletiva, e que existam apenas três subáreas: Ciências Sociais e Humanas em Saúde; Epidemiologia; e Política, Planejamento e Gestão da Saúde.

Comments

comments




Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *