Carta pede suspensão de prazo para envio dos dados para a Plataforma Sucupira

A Abrasco enviou à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) uma carta produzida pelo Fórum de Coordenadores de Pós-Graduação em Saúde Coletiva na qual solicita a suspensão do prazo estabelecido para envio dos dados da Plataforma Sucupira. A Plataforma é a ferramenta que coleta informações, realiza análises e avaliações e é a base de referência do Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG). O motivo apontado para tal demanda é que “os docentes e discentes vinculados aos programas de pós-graduação [em saúde coletiva] têm atuado de forma direta nas diversas frentes de enfrentamento da atual pandemia da Covid-19, produzida pelo SARS-COV-2”. A área da Saúde Coletiva reúne hoje 98 programas de pós-graduação, com 137 cursos de mestrado e doutorado em todas as regiões do país.

A carta encaminhada traz ainda a lembrança de que a própria Capes estimula os “programas de pós-graduação no apoio ao desenvolvimento de projetos de pesquisa de formação de recursos humanos altamente qualificados para prevenção e combate a surtos, endemias, epidemias e pandemias”. Essa diretriz foi publicada em edital da instituição diante do atual cenário de pandemia. A preocupação com a manutenção dos prazos soma-se a outra a mudança: a de critérios para bolsas nos programas que foi modificada pela portaria 34/2020. O Fórum de Coordenadores de Pós-Graduação em Saúde Coletiva já manifestara essa preocupação devido ao atraso nas bolsas que já estavam planejadas para os programas e à redução de investimentos para ciência, tecnologia e inovação observada no país.

O pedido de suspensão também aponta que, diante do atual cenário, não existem condições mínimas que possam garantir o  preenchimento da Plataforma Sucupira com a qualidade desejável e necessária. Por fim, a carta sugere que um novo calendário seja divulgado assim que o país tenha controle diante da situação e reforça o “compromisso da área para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde e para o desenvolvimento científico e tecnológico da nação”.

+ Confira o documento na íntegra

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *