Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva

A participação de milhares de congressistas, que inclui sanitaristas, epidemiologistas, cientistas políticos, cientistas sociais, comunicadores, especialistas em políticas públicas, profissionais e trabalhadores da saúde, gestores e técnicos da saúde, além de militantes de movimentos sociais e de entidades da sociedade civil atuantes na área da saúde, faz do Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva um dos mais importantes fóruns científicos da área em todo o mundo. Carinhosamente conhecido como Abrascão, o evento acontece a cada três anos e sedia a Assembleia Geral da entidade, que define sua nova diretoria e conselho.

Congressos Brasileiros de Saúde Coletiva:

Notícias do Congresso

Fiocruz eleita a melhor instituição de saúde pública do mundo
  22 de agosto de 2006

O reconhecimento foi dado pela World Federation of Public Health Associations

Politicas públicas para redução de desigualdades sociais em saúde
  22 de agosto de 2006

George A. Kaplan, María Urbaneja Durant, Márcio Pochmann e Shiriki Kumanyika debateram o tema durante o 11º Congresso Mundial de Saúde Pública

Violência contra mulher mata mais que câncer no Rio
  22 de agosto de 2006

A comunidade da saúde coletiva tem consciência que a maioria dos males que afligem a saúde da população passa principalmente pelos estilos, situações e condições de vida.

8º Abrascão debate as prioridades do setor de saúde
  22 de agosto de 2006

Durante o debate os palestrantes mostraram os resultados de pesquisas em saúde em países em desenvolvimento, revelando deficiências e prioridades.

Michael Marmot fala sobre determinantes sociais da saúde no 8º Abrascão
  22 de agosto de 2006

Michael Marmot é diretor da Comissão sobre Determinantes Sociais da Saúde da Organização Mundial de Saúde.

Ação global e determinantes sociais de saúde são temas de conferência do 8º Abrascão
  21 de agosto de 2006

Marmot mostrou em sua explanação o resultado de um recente estudo sobre as principais causas de mortalidade entre adultos.